hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
24-Ago-2019
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 369 - 2ª quinzena de agosto/2019
Image                     

Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 6363708
Diretoria da AOMESP faz campanha de reeleição
Classificação: / 0
21-Ago-2019

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Em concorrido almoço festivo dia 9 de agosto último, o presidente da Associação dos Oficiais Militares do Estado de São Paulo, Coronel Jorge Gonçalves, fez o lançamento da campanha para reeleição da Diretoria, na eleição da entidade em dezembro próximo.

O evento reuniu centenas de associados e familiares, inclusive filiados das sedes regionais de todo o Interior e Litoral.

 
GENTE NA LINHA
Classificação: / 0
21-Ago-2019

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Lena recorda família e Jornal

Dona Lena Mota, presidente do Projeto Amamos São Paulo, recordou, em vídeo recentemente, o passado e as relíquias em sua residência na rua Caetano Pinto, exibindo quadros e imagens religiosas, além de vários murais com todas as reportagens que mostram ela e os filhos Kênia, Erika e Emerson já publicadas pelo Jornal do Brás.

 
Câncer de Boca atinge 15.000 pessoas por ano
Classificação: / 0
21-Ago-2019
Image


Doença silenciosa tem maior incidência em homens acima de 50 anos; Brasil é o terceiro país com mais diagnósticos

São Paulo, 25 de julho de 2019 – O jornalista José Roberto Burnier, apresentador do jornal GloboNews em Ponto exibido durante as manhãs, anunciou o afastamento por três meses para tratar um câncer bucal. O aparecimento de um tumor na base da língua foi descoberto pelo jornalista na semana passada.

Por se tratar de uma doença que apresenta sintomas sutis, ela pode passar despercebida. Aftas insistentes, lesões que permaneçam por mais de 15 dias, manchas brancas ou vermelhas, nódulos na região, dor e dificuldade para mastigar ou engolir são sintomas que podem aparecer.

"O câncer de boca é silencioso e muitas vezes indolor, por isso, o autoexame é fundamental para evitar que a doença seja apenas detectada em estados mais avançados", afirma Andrey Soares, oncologista do Centro Paulista de Oncologia (CPO).

De acordo com Instituto Nacional de Câncer (INCA), o Brasil é o terceiro país com o maior número de ocorrências - cerca de 15.000 casos por ano. O câncer de cavidade oral tem mais incidência em homens acima de 40 anos e costuma ocorrer não só na parte posterior da língua, mas também em outras regiões como o assoalho bucal, lábios, bochechas, gengivas, glândulas salivares, amígdalas e o céu da boca.

Juliana Ominelli, oncologista do Centro de Excelência Oncológica, salienta que a higiene oral adequada e consultas regulares ao dentista têm importância fundamental para o diagnóstico precoce. "Esses cuidados rotineiros têm importância fundamental para o diagnóstico precoce do câncer de boca, uma vez que esse tipo de tumor é, muitas vezes, indolor. Ao notar machucado ou afta que não melhore por mais de duas semanas, o recomendado é procurar auxílio médico. A visita ao dentista ajuda a detectar lesões pré-malignas e ao diagnóstico precoce. Aliar o conhecimento dos sintomas à realização de cuidados com higiene da boca e consultas regulares ao dentista pode evitar que a doença seja apenas diagnosticada em estágios mais avançados, ajudando a salvar vidas", diz

O tratamento será determinado de acordo com a localização e o estágio da doença. "Para cada caso desenvolvemos um tratamento específico que pode combinar a cirurgia para a retirada do tumor, quimioterapia e a radioterapia. Quando a doença é diagnosticada ainda no início, as chances de sucesso podem chegar a 90% quando o paciente realiza um tratamento adequado", comenta Andrey.

 

Fatores de risco

Os especialistas ressaltam que o desenvolvimento do câncer de boca está muito relacionado ao estilo de vida. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 90% dos casos da doença estão ligados ao fumo e o álcool.

"Apesar do número de fumantes ter diminuído, em apenas 20 anos esse tipo de câncer aumentou cerca de 225%. O principal fator pode ser o papiloma vírus, que é capaz de acelerar o desenvolvimento desse tumor", ressalta dra. Juliana.

Além da higiene oral feita de forma precária e inadequada, uma dieta pobre em minerais e vitaminas e a exposição aos raios UVA e UVB sem proteção nos lábios também podem contribuir para o aparecimento docâncer de boca.

Nos últimos anos, o HPV também tem sido um fator preocupante relacionado ao aumento dos casos da doença entre jovens. Sendo o sexo oral sem proteção como a principal forma de contaminação, especialistas reforçam que o uso de preservativo é

uma eficaz arma de prevenção, portanto, tanto as medidas preventivas como o diagnóstico precoce têm papéis fundamentais no controle e no desfecho desta doença, que vem se tornando cada vez mais comum.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Centro Paulista Oncologia

 

 
Mais...
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Próximo > Final >>

Resultados 9 - 12 de 5656
 
Top! Top!