hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início
23-Jun-2017
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 321 - 2ª quinzena de junho de 2017
Image
Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

 

Jornal do Brás - Comunidade

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Login





Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Estatísticas
Visitas: 2343176
Difusão de Notícias
Flash de Notícias

Gostaria de receber nossas novidades cadastre-se aqui e receba o nosso newsletter, sempre ficará por dentro de tudo do nosso jornal. Agora se realmente quer novidades sobre nossas edições e atualizações de nosso site em tempo real, adcione o nosso feeds RSS no seu programa predileto de leitor de notícias.

 
Maçonaria exalta 195 anos no Brasil
Classificação: / 0
21-Jun-2017
Image


Fulgurante Luta em prol da Humanidade


Por Benedito Marques Ballouk Filho*
 

Com a fundação do Grande Oriente do Brasil em 17 de junho de 1822, a Maçonaria brasileira se aproxima hoje de seus 195 anos. Mesmo com a chegada desses dois séculos de existência, a Ordem ainda tem como um de seus desafios a luta contra a desinformação. Uma parte significativa da população ainda alimenta uma visão incorreta de que a Maçonaria seria algum tipo de seita mística, uma religião ou mesmo perpetradora de uma espécie de plano de dominação mundial.
É importante frisar que nenhuma dessas conjecturas está além de visões fantasiosas e distantes da realidade. Antes, são séries de mitos construídos durante séculos e alimentados pelo preconceito e pelo receio irracional do desconhecido. É dessa mesma conjuntura que surgiu e se perpetrou o estigma de sociedade secreta, também distante da realidade atual.
Talvez nenhuma outra organização existente neste planeta tenha sido tão mal compreendida quanto a Maçonaria. Através dos tempos, elementos com objetivos inconfessáveis moveram campanhas difamatórias contra essa instituição. Mas nossos antecessores entenderam que não adiantaria defender publicamente a Ordem dessas críticas, porque o entendimento das massas estava por demais entorpecido pela propaganda ideológica que fora utilizada contra a Ordem Maçônica.


ImageAntes da visão megalomaníaca e falsa de dominação mundial que toma o imaginário e o senso comum da população, o objetivo maior da Maçonaria é ser uma escola de vida para aqueles interessados em fazer um mundo melhor. Dessa forma, as reuniões realizadas nos templos maçônicos não são cultos, mas encontros em que são discutidos temas variados, de filosofia à história e assuntos contemporâneos do mundo moderno.
A Maçonaria pode ser definida apenas como uma sociedade discreta e não é, como muitos pensam, uma religião. Na realidade, congrega nas Lojas Maçônicas pessoas de diferentes credos em um ambiente de harmonia, paz e confiança entre seus membros. Não raro, temos reuniões realizadas tranquilamente com Irmãos muçulmanos, judeus, neopentecostais, católicos, espíritas e seguidores de religiões de matriz africana. Em suma, reúne homens de boa vontade, movidos pelo máximo ideal de servir, de construir uma sociedade mais saudável e um mundo melhor.
Foi nesse ambiente de união entre pessoas comprometidas com o bem comum para atuar como vanguarda das mudanças sociais que fatos marcantes da nossa história como brasileiros aconteceram. Foi das Lojas Maçônicas que partiu, por exemplo, um movimento de maçons brasileiros que, liderados principalmente por Gonçalves Ledo e José Bonifácio de Andrade e Silva, culminou na Proclamação da Independência do Brasil.
Além do Sete de Setembro, a Ordem Maçônica também esteve presente em momentos como a Proclamação da República, a Abolição da Escravatura e na redemocratização do País, entre outros eventos marcantes. Hoje não é diferente - a Maçonaria atua em meio ao cenário de crise política e econômica do nosso País alinhada com outras organizações da sociedade civil por uma renovação nacional.
Um exemplo disso é o Grupo Estadual de Ação Política (GEAP-SP), iniciativa da Maçonaria paulista que tem o objetivo de lutar pela construção de uma classe política brasileira composta por pessoas comprometidas com os valores éticos, com a Pátria e com o bem comum. A ideia é identificar lideranças em potencial na Maçonaria e na sociedade como um todo, apoiando esses indivíduos para que disputem os espaços hoje ocupados por uma parcela significativa de corruptos.
Seja no passado ou hoje, as conquistas da Ordem foram todas fruto de seu verdadeiro e mais precioso bem: os Maçons. São esses construtores que antes erguiam catedrais e monumentos, mas que atualmente edificam obras de transformação social, que lutam diariamente pela melhora da humanidade – e continuarão lutando pelos séculos que virão.

* Benedito Marques Ballouk Filho é advogado e Grão-Mestre Estadual do Grande Oriente de São Paulo (GOSP), representante de mais de 24 mil maçons presentes em centenas de municípios paulistas.

 

 
Amigo de longa jornada
Classificação: / 0
21-Jun-2017
Image

 

Amigo de longa jornada, o Dr José Felício Castellano é da Superintendência do SESI que muito ajuda o Ensino na nossa região. Aos 91 anos, Castellano tem sua trajetória contada no livro “Gijo”, com lançamento previsto para o 2º semestre

 
Arthur exibe peça Salve, Malala!
Classificação: / 0
21-Jun-2017
ImageDuas crianças – a menina Sofia e o menino Yan – vivem numa aldeia em que o rei promove uma guerra contra escolas para meninas. Elas ocupam sua escola, e ali, através de suas memórias, lembram e recontam algumas histórias de habitantes que resistiram às ordens do rei. Enquanto brincam com essas memórias, assistem de dentro da escola a aldeia ser destruída pelo rei mandão, mas ao final percebem que as ruas estão ocupadas e que as crianças estão do lado de fora com os demais habitantes dessa aldeia depondo o tal rei mandão.

O espetáculo Salve, Malala! foi contemplado pelo ProAC Edital de Produção de espetáculo para o público infantil e juvenil. Estreou em agosto de 2016 onde percorreu diversas cidades da Grande São Paulo. Realizou também apresentações nos SESCs São Carlos, Sorocaba, Araraquara, Rio Preto e Jundiaí. Estreou em São Paulo no SESC Ipiranga.
Dirigido por Cris Lozano, ele reúne no elenco a atriz Léia Rapozo e o ator Alessandro Hernandez, que também assina a dramaturgia. Cenários e figurinos foram criados por Eliseu Weide; trilha sonora original por Luciano Antonio Carvalho; e iluminação de Grissel Piguillem.
Salve, Malala! foi criado livremente inspirado na garota paquistanesa Malala Yousafzai.

 

Serviço:

Data: Até 2/7/2017

Horário: 16h sábado e domingo
Duração: 50 min

Faixa ou indicação etária: Livre
Local: Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo

Endereço: avenida Paes de Barros, 955 - Mooca
Retirada de ingressos: 1 hora antes

Valor: R$ 15,00 (Inteira) R$ 7,50 (Meia)

Informações no fone 2605-8007

 

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Próximo > Final >>

Resultados 9 - 12 de 4440
Enquete
Que lugar é o símbolo do Brás?
 
Usuários On-line
Utilidades Públicas
Fones da Região
Subprefeituras
Poupatempo
Busca CEP
Links Úteis
Parceiros

Image











Image


 



Image 

 

 

 

 

Image

 

 

Image

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Image

 

 

 

Image

 
Top! Top!