hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início
29-Mai-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 385 - 2ª quinzena de abril/2020
Image                                      

Jornal do Belém Ed 2 - 12/03/2020
Image  
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Login





Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Estatísticas
Visitas: 7958792
Difusão de Notícias
Flash de Notícias

A partir de agora estarão disponiveis para downloads as Edições do Jornal do Brás e do Jornal do Belém em pdf, para que o internauta leia na íntegra os nossos jornais. Entre na seção de Edições Jornal do Brás e Edições Jornal do Belém do menu principal.

Caso não tenha um leitor de PDF, entre em www.adobe.com e baixe a última versão do Adobe Reader.

Webmaster

 
Vacinação contra gripe é peça estratégica no combate ao coronavírus
Classificação: / 0
09-Abr-2020


Especialista da Faculdade Anhanguera Jundiaí explica que população precisa superar mitos em cima do tema em momento crítico de combate ao COVID-19


Não dá para fechar os olhos: o Brasil caminha para semanas duras de combate ao novo coronavírus, causador da COVID-19, de acordo com o Ministério da Saúde. E além da capacidade de disseminação altíssima do vírus -- que já atinge todos os estados brasileiros - ele se mostra extremamente traiçoeiro por ter sintomas tão similares a gripes e resfriados. Com o País caminhando para temperaturas mais amenas nestes meses de outono e, posteriormente, inverno, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe ganhou ainda mais importância para a saúde pública. A estratégia é simples: é preciso diferenciar o que é COVID-19 e o que é influenza.
As ações começaram esta semana, por todo o País, com idosos e trabalhadores da saúde. A próxima etapa da campanha inicia 16 de abril, com o intuito de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança. A fase final começa no dia 9 de maio e dará prioridade a crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade. Vale dizer: em São Paulo -- estado com mais mortes pelo coronavírus até aqui - a vacinação contra gripe para as forças policiais, Polícia Militar, Polícia Civil, corpo de bombeiros, sistema prisional, polícia científica foi antecipada para o dia 30 de março.
Ao todo, a expectativa é vacinar 67,6 milhões de pessoas em todo o país, atingindo 90% de cada um dos grupos até o dia 23 de maio. O investimento do governo federal é de R$ 1 bilhão na aquisição de 75 milhões de doses da vacina.

 

Image

População e os mitos da vacinação
Apesar da campanha massiva ao longo dos últimos anos, a coordenadora do Curso de Farmácia da Faculdade Anhanguera de Jundiaí relata que muitos brasileiros ainda se mostram receosos em tomar a vacina da gripe. O movimento antivacina, aliás, gerou um impacto global no ano passado -- inclusive nos Estados Unidos -- e ainda reflete culturalmente em algumas regiões. No Brasil, muitos idosos, por exemplo, acreditam que a vacina leva a doença para dentro do corpo. "Muitos dizem que tomaram a vacina e acabaram tendo um resfriado ou desconforto. A explicação é que o organismo entra em contato com o vírus atenuado e até gerar uma resposta imunológica, o organismo "briga" com o vírus até perceber que se trata de um aliado", explica a profa. Sandra Emiko Oshiro. Outra possibilidade é que as pessoas que adquirem a gripe logo após a vacinação já poderiam estar com o vírus incubado em seu organismo, portanto estas reações não seriam necessariamente provocadas pela vacina.

Velocidade é segredo da eficiência
Com os casos de coronavírus dobrando a cada pouco mais de 48 horas no Brasil, a vacinação contra a gripe precisa ser eficiente e assim o sistema de saúde público e privado poderão distinguir os casos de COVID-19 e influenza de forma otimizada durante o mês de abril. "É preciso entender que quem toma a vacina agora demorará entre 10 a 15 dias para que o corpo crie memória imunológica contra os ataques da influenza. Se lá em meados de abril esse paciente tiver uma suspeita de COVID-19, ficará mais fácil diagnosticá-la, já que a influenza poderá ser descartada".

Fonte: Weber Shandwick

 

 
SPTrans reforça 210 linhas de ônibus
Classificação: / 0
09-Abr-2020


São 401 veículos extras para atender aos passageiros da cidade

  

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes e da SPTrans, colocou mais 401 ônibus em circulação, dia 6 de abril último, totalizando um reforço de 795 coletivos à frota em operação para atender a população que precisa continuar se deslocando durante a quarentena. Com o novo acréscimo, a frota nas ruas chegará a 47,28% de um dia útil, enquanto o número de passageiros está em 27%.

Os ônibus adicionais foram distribuídos estrategicamente em 210 linhas de todas as regiões da cidade, como terminais e estações de trem e metrô, que foram definidos após uma criteriosa análise de demanda realizada pelos técnicos de campo da SPTrans, verificando índices de ocupação de linhas, além de considerar também mensagens de passageiros para identificar os pontos onde será necessário realizar ajustes.
Mesmo após os ajustes realizados, as equipes de campo da SPTrans seguem monitorando a movimentação de passageiros durante todo o período de quarentena e fará os ajustes necessários para adequar a frota à demanda e garantir o transporte público à população, em especial aos trabalhadores de serviços essenciais.
O acréscimo destes veículos busca equilibrar a oferta do transporte público à demanda de passageiros em algumas linhas específicas. Além disso, terminais de ônibus com grande movimentação de pessoas também contam com marcações no chão para delimitar o espaço das filas e evitar aglomerações.

A SPTrans criou um site com as notícias relacionadas ao transporte público em virtude da pandemia de Covid-19, incluindo mudanças de linhas, funcionamento dos postos e recomendações de como se prevenir: http://www.sptrans.com.br/covid-19.

 

Image

 

 

 

 

 

Nos terminais, marcações no chão delimitam o espaço das filas e evitam aglomerações

Imagem: SPTrans

 

 

 

 

 
Ciclofaixas aguardam reativação
Classificação: / 0
09-Abr-2020
Image

 

 

 

 

As ciclovias da região, nas avenidas Bom Jardim, Pedroso da Silveira, Silva Teles, Rangel Pestana e 21 de Abril, aguardam reativação pela Prefeitura.
Ainda não há prazo para a conclusão das obras, devido à pandemia do coronavírus.
Elas foram pintadas apenas com uma faixa curta, nas cores vermelho, branco e amarelo, sem a sinalização de ciclovia. Na foto, a ciclovia na rua Silva Teles. 

 
<< Início < Anterior | 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 | Próximo > Final >>

Resultados 57 - 60 de 6109
Enquete
Que lugar é o símbolo do Brás?
 
Usuários On-line
Utilidades Públicas
Fones da Região
Subprefeituras
Poupatempo
Busca CEP
Links Úteis
Parceiros

Image











Image


 



Image 

 

 

 

 

Image

 

 

Image

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Image

 

 

 

Image

 
Top! Top!