hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início
20-Abr-2019
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 361 - 2ª quinzena de abril/2019
Image           

Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Login





Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Estatísticas
Visitas: 5701639
Difusão de Notícias
Flash de Notícias

Todo 1º domingo do mês, o Movimento Poético de São Paulo faz sarau no Parque do Piqueri

 
Galeria Popular Oriente comemora dois anos de sucesso
Classificação: / 4
04-Fev-2009
Image

A Galeria Popular Oriente hoje é um sucesso no Brás. Ela solucionou o problema da informalidade diurna para centenas de ambulantes. Desde sua inauguração, ocorrida em 24 de fevereiro de 2007, eles passaram a ter condição digna e honesta de trabalho durante o dia.

Na presidência da Galeria Popular Oriente está o paulista de Cândido Mota, o advogado Ailton Vicente de Oliveira. Todos os lojistas são devidamente cadastrados na Prefeitura e pagam um aluguel simbólico na Galeria.

Hoje a Galeria tem 21 oficinas e 126 lojas no andar superior já funcionando a partir deste mês de dezembro. No 1º pavimento, 287 lojas que iniciaram o complexo, completam o bonito e convidativo espaço da Galeria Oriente, num total de 434 famílias.

A Galeria Popular Oriente fica na rua Rodrigues dos Santos, 190 quase esquina com a rua Oriente.

O início foi difícil, muito difícil. E agora, no próximo dia 24 de fevereiro de 2009 a Galeria irá completar 2 anos de sucesso, graças à confiança no empreendimento.

Impossibilitado de comparecer ao jantar do Jornal em dezembro, o Dr. Ailton Vicente de Oliveira recebeu o título Empresário Empreendedor 2008 na própria Galeria Popular Oriente.

 

 
Federações terão seguro para os atletas
Classificação: / 1
04-Fev-2009
ImageImage

Eduardo Cedeño Martellotta

Fotos: Gil Cabral

No último dia 4 de dezembro no Hotel Holiday In, aconteceu o 1º Encontro de Dirigentes do Esporte, promovido pela Secretaria Nacional de Esporte de Auto Rendimento e Confederação Brasileira de Esportes Radicais – CBER.

Segundo Sérgio Nascimento, gerente comercial da Porto Seguro, o objetivo do encontro foi apresentar o pacote seguro para os atletas, incluído de seguro de acidentes pessoais e seguro de vida, com capital pré-determinado (capital da vida do atleta). E focar a parte de responsabilidade civil (o que está em risco dentro de cada um dos eventos), para determinadas provas. “Estamos verificando junto aos presidentes das federações quais são as modalidades para análise do risco e onde é o local de prática destas modalidades. Para cada uma das federações será feita uma análise do risco”, explicou.

Paulo Penna, sócio diretor da 3D Consultoria em Seguros, empresa voltada para gerenciamento de riscos e atividades de corretagem de seguros, explicou que cada evento é muito distinto com relação a exposição ao risco. “Saber diferenciar uma modalidade da outra para precificar aquilo que necessita. Quanto mais gente tiver, mais pode se dissolver o risco”.

Mauzler Paulinetti, presidente da União das Federações Esportivas do Estado de São Paulo – UFEESP, disse que da maneira que o esporte está se profissionalizando, há uma necessidade de se preocupar com o todo. “Tudo pode acontecer, independente de qual modalidade, seja um ataque cardíaco ou uma epilepsia. Podemos subir um patamar a mais levando por profissionalismo”, disse, acrescentando que este é o primeiro encontro das federações com apoio do Ministério do Esporte, continuando no dia seguinte com seminários abrangendo temas como captação de recursos, perfil do dirigente, planejamento estratégico, tecnologia da informação em prol do esporte e outros.

 

Image

Futebol feminino quer crescer no Estado

Também presente no encontro de dirigentes, Bruno Crossi, mais conhecido por Bolão, presidente da Liga Paulista de Futebol Feminino, criada, segundo ele, para levantar o esporte em São Paulo. “Só se fala em futebol feminino, quando a seleção brasileira joga”, lamenta. Ele informou que está na fase final o campeonato da liga, com 32 equipes, com 740 atletas, com alto nível técnico, inclusive com times do Brás.

Bolão acha que a mídia deveria dar mais espaço para o futebol feminino, da mesma forma que dá para o masculino. A Liga possui um convênio com o Estado, no Baby Barione, com a criação da primeira Escola Pública do futebol feminino no Brasil. “Temos um grupo com quase 70 meninas, com profissionais qualificados, tudo gratuitamente”.

Bruno é ex-jogador de futebol, jogou 12 anos no salão e também no campo, inclusive fora do País. Ele atuou por clubes como Palmeiras, Eternit, Bordon, vários clubes da Bahia e Sergipe e Vale do Paraíba, acumulando 28 anos de futebol. Bolão tem carinho especial pelo Brás – seu filho, Vinícius, o Vinão, nasceu na Maternidade do Brás e está indo para o Corinthians. Contatos pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email .

 
Turismo precisa de mais atenção
Classificação: / 1
04-Fev-2009
Image

Sérgio de Azevedo Redó, advogado na área empresarial e em direito eleitoral, em entrevista ao Jornal do Brás, disse que o turismo deve ser tratado com mais atenção. “Por ser uma indústria que rende a possibilidade muito recurso, emprego e tributo. A cada dez empregos no mundo, um é ligado à indústria do turismo. Ou seja, 10% dos empregos do mundo são do turismo”, explicou. A França, que tem aproximadamente 45 milhões de habitantes, recebe 75 milhões de turistas.

Sérgio foi presidente da Anhembi Turismo e Eventos (atual SPTuris) na gestão do então prefeito Paulo Maluf. Também exerceu o cargo de Coordenador de Turismo do Estado de São Paulo no governo Fleury Filho.

 

MEMÓRIA DO CARNAVAL

Ele lembrou que, quando presidente da Anhembi, fez um trabalho de recuperação do Sambódromo paulistano e de profissionalização das escolas de samba. “Transformamos os quatro lances de arquibancada em um espaço monumental com capacidade para 33.800 lugares (hoje a capacidade do Sambódromo é de 40.000 lugares), 29 camarotes e 35 pistas de mesa, com quatro lugares cada uma”. Ele adiantou que está sendo criado um livro da memória do Carnaval de São Paulo.

Ainda durante a entrevista, Sérgio recordou que implantou na sua gestão, um Plano de Núcleo de Turismo. “Para fomentar todos os municípios com possibilidade de viabilidade turística dentro do Estado”.

Pela Embratur, durante o governo Itamar Franco, o então secretário nacional de Turismo, Caio Luiz de Carvalho (atual presidente da SPTuris) abraçou o plano de Sérgio, levando-o para Brasília.A presidente da Embratur era Márcia Kubitschek, filha do ex-presidente da República Juscelino Kubitschek. Caio deu início ao Plano Nacional de Interesse Municipal, abrangendo em torno de 1.200 municípios – o País hoje conta com 5.564. “Ele conseguiu fazer com que estes municípios tivessem um projeto de destino turístico, fazendo com que toda a sociedade e todo o meio de turismo se interessassem por estes municípios”.

Quando Sérgio assumiu como presidente da Anhembi, existiam quatro postos de informação turística. Depois, foram ampliados para 18, em shoppings e um no Parque do Ibirapuera – este está lá até hoje. Outra benfeitoria de Sérgio foi dar o Selo Amigo do Turista a 10.500 motoristas de táxi. “Fizemos reciclagem com eles para criar uma aproximação deles com o turista”, lembrou Sérgio. O Terminal de Compras da rua 25 de Março foi implantado por ele em 1993 na época da Anhembi.

 

TURISTA DE PASSAGEM

O advogado trouxe dados importantes: segundo ele, um turista gasta, diariamente, na cidade, em torno de 150 dólares por dia. Ainda segundo Sérgio, pelo Censo da Embratur de 2007, cerca de 5 milhões de estrangeiros vieram ao Brasil. Destes, 3 milhões são oriundos dos países do Mercosul, que utilizam as nossas cidades como ponto de passagem, não como destino turístico. “Isto faz com que não tenhamos o fluxo turístico desejado”.

 

TURISMO NA BAIXADA MAIS DINÂMICO

Para ele, o turismo da Baixada Santista precisa ser mais dinâmico. “Geraldo Alckmin, quando governador, fez, em boa hora, a segunda pista da Rodovia dos Imigrantes”, recordou. Há a necessidade, segundo ele, de se criar postos de informação turística nas estradas. “Isto é comum em qualquer estrada de país desenvolvido do mundo”. Outra é a sinalização. “Informar aonde tem posto de gasolina, de atendimento para primeiros socorros”. É preciso colocar um portal de entrada nas cidades da Baixada, completou Sérgio. “Ao descer a Serra, não se sabe se está em Santos e passou por Cubatão, por exemplo”.

 

SECRETÁRIOS DE ESPORTES  

Sobre Walter Feldman, atual secretário municipal de Esportes, Lazer e Recreação, Sérgio disse que ele é dinâmico, competente. “Tem sempre levado em primeiro momento, o interesse público. E tem lutado para melhorar a qualidade de vida da cidade”.

Ele também opinou sobre o atual secretário de Estado de Esporte, Lazer e Turismo, Claury Alves da Silva. “É um executivo que trabalha em prol do turismo e do esporte no Estado. Tem demonstrado uma perfeita sintonia com o governo do Estado”, disse.

 

 
<< Início < Anterior | 1301 1302 1303 1304 1305 1306 1307 1308 1309 1310 | Próximo > Final >>

Resultados 5209 - 5212 de 5423
Enquete
Que lugar é o símbolo do Brás?
 
Usuários On-line
Temos 4 visitantes on-line
Utilidades Públicas
Fones da Região
Subprefeituras
Poupatempo
Busca CEP
Links Úteis
Parceiros

Image











Image


 



Image 

 

 

 

 

Image

 

 

Image

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Image

 

 

 

Image

 
Top! Top!