hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início
24-Ago-2017
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 325 - 2ª quinzena de agosto de 2017
Image
Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Login





Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Estatísticas
Visitas: 2714650
Difusão de Notícias
Flash de Notícias

Todo 1º domingo do mês, o Movimento Poético de São Paulo faz sarau no Parque do Piqueri

 
O que leva as mulheres a empreenderem?
Classificação: / 0
04-Ago-2017
Image


Kátia Teixeira

 

No mundo inteiro o empreendedorismo feminino mostra sua força e as mulheres se destacam cada vez mais nos diversos setores da economia. Elas estão no comércio, na indústria, na prestação de serviços e negócios digitais, mostrando que o empreendedorismo não é exclusividade masculina.

Neste cantinho, teremos a oportunidade de compartilhar, passos, dicas, conselhos e contar histórias que podem vir a ajudar muita gente a transformar a própria vida, e contribuir assim para o crescimento do nosso país.

“Não devemos ter medo das novas ideias! Elas podem significar a diferença entre o triunfo e o fracasso.” - Napoleon Hill.

O grande valor desse cantinho será inspirar a mulher que busca crescer, junto com aqueles que estão a sua volta.

Sensibilidade e envolvimento eram características consideradas como “fraqueza”, mas estas são o diferencial da Mulher Empreendedora, que valoriza a cooperação e dá atenção ao seu propósito, ajudando a empresa a prosperar de maneira sólida e natural

Enfim, a nova empreendedora deve estar disposta a enfrentar qualquer problema que possa surgir durante a trajetória. Cada um tem seu próprio caminho, mas ao entrar em contato com nosso bate papo, o leitor terá a oportunidade de observar novas possibilidades de fazer acontecer.

O caminho pode ser difícil, mas a vitória é gratificante.

Até a próxima, com meu sorriso !!!

ImageKatia Teixeira - Mentora de alta performance. Pós Graduada em Empreendedorismo pela FGV- Fundação Getúlio Vargas, Treinamento Liderança, Gestão de pessoas e conhecimento de Inovação pela USP, Palestrante formada pelo Instituto Gente - Roberto Shinyashiki, Sócia fundadora - MONT&BRINQ Brinquedos Pedagógicos, Fundadora do Movimento - AGORA QUE SÃO ELA$ - Programa de incentivo ao empreendedorismo feminino. Bacharel em Letras pela Faculdade São Paulo com extensão em Licenciatura Pedagógica.

Criadora do Grupo AMAZING, parques temáticos com proposta pedagógica, AMAZING BALLS, empreende há 34 anos em São Paulo e ganha a vida fazendo o que gosta, mulher de muita sorte. Não ganhou na loteria e nenhuma herança, não é famosa. O que tem é um marido maravilhoso, dois filhos incríveis, uma mãe dedicada, amigos, dois cachorros, dois gatos que sempre a apoiaram, um trabalho que lhe dá liberdade e dinheiro para passar mais tempo com eles e ajudar pessoas. Nem sempre foi assim. Muitas vezes se pegou, por imposição de muitos fatores, fazendo o que não queria. Foi funcionária por um pequeno período. De lá pra cá teve várias empresas, algumas doou, outras vendeu, outras quebrou e com algumas venceu. Hoje além de ser dona do seu próprio negócio, é dona do seu tempo. Começou a estudar tudo o que podia sobre autoconhecimento, produtividade, desenvolvimento pessoal e felicidade. Criou um plano sobre como poderia mudar SEU mundo atual. Atualmente é empreendedora na área do entretenimento, apresenta um programa de TV na emissora NGT – AGORA QUE SÃO ELAS, com conteúdo voltado ao publico empreendedor, instrutora em cursos e palestrante na área do empreendedorismo, desenvolvimento pessoal, Coaching e Mentoria de alta performance para empreendedores iniciantes. Não existe segredo, esquema, fórmula da galinha dos ovos de ouro, para ser feliz, para isso, há de se ter, muito trabalho, dedicação e respeito ao próximo!

 

 

 
O novo sítio lajedo em Acopiara, Ceará
Classificação: / 0
04-Ago-2017
Image

Continuamos a narrar aqui a história da Família Albuquerque, da cidade de Acopiara, Ceará, pelo capitão Miguel Felício de Albuquerque:

“A mudança do sítio Vaca, para o novo sítio, que foi batizado de Lajedo e as impertinências do filho caçula Miguel, continuam...

Na opinião de minha mãe, Maria Felício de Albuquerque, que sempre foi a mediadora da família, é comum o filho mais velho rebater as implicâncias dos mais novos, com energia.

Aos cinco anos de idade, fui acometido de certas visões e minha mãe, preocupada com essa situação, viajou à cidade de Juazeiro do Norte-CE, participando esse caso ao padre Cícero Romão Batista. Em seguida veio em minha casa um senhor benzer-me e após a benção as visões desapareceram.

Image

Aqui está a luta de uma mulher, nascida em fins do século 18, e na região onde morávamos, não se ouvia falar em escolas. Mas a falta de escolaridade não a impedia de fazer benefícios e melhorias na propriedade.

A partir de meados da década de 1930, após a construção da sede e do açude, não levou muito tempo, o sítio Lajedo, se incluía na relação dos mais bem vistos na localidade, pelo plantio de árvores frutíferas na área úmida do açude e também nos arredores do terreiro e da casa, todas regadas semanalmente pela minha mãe.

As festas religiosas em Acopiara preocupavam muito a minha mãe: muito religiosa e costureira, antecipadamente, cuidava das roupas dos filhos, filhas e marido, Manoel Felício do Vale, que era apaixonado por terno claro. Ela fazia ternos por encomenda e para dar conta do serviço, costurava noite adentro com luz de lamparina. Ainda era responsável pela alimentação de 15 pessoas da casa, com 3 refeições diárias: almoço, jantar e ceia. Para dificultar ainda mais suas tarefas domésticas, os cereais não eram beneficiados à máquina. Tinham que passar pelo pilão: o arroz para tirar a casca; o milho para retirar a cutícula e ainda ficar 24 horas de molho para passar pelo moinho e transformá-lo em massa para fazer o angu, a farofa, bolo e o pão de milho.

Quando lembro-me da dificuldade de locomoção que tínhamos naquela época e comparo com minha situação atual, morando numa região central da capital de São Paulo, sinto-me orgulhoso, com a possibilidade de locomover-me a pé, de metrô, de ônibus e até de bicicleta, com a vantagem de que o tempo e a distância tornam-se mais curtos.

Em maio último, vivemos o mês consagrado a Maria Santíssima, mãe de Jesus, e não poderia deixar de lembrar-me e homenagear minha mãe, Maria Felício de Albuquerque”.

Miguel Felício de Albuquerque, capitão reformado da Polícia Militar, morador do Belém.

 

 
Amor Paterno
Classificação: / 0
04-Ago-2017
Image


Padre Enivaldo Santos do Vale

O Espírito Santo sopra na fé do homem, uma apreciável maturidade, na dimensão dos cuidados dos direitos alheios, gestando relações justas, vida nova, frutos do mistério do amor do Pai, com os filhos. O senso família pode fazer o filho inspirar, lembrar, e querer imitar o pai. Efésios capítulo 5, versículo 1: Sejam imitadores de Deus como filhos queridos.

Ouçam o Padre Enivaldo na Rádio Nove de Julho AM 1600 kHz, domingos às 21h

 

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Próximo > Final >>

Resultados 33 - 36 de 4527
Enquete
Que lugar é o símbolo do Brás?
 
Usuários On-line
Utilidades Públicas
Fones da Região
Subprefeituras
Poupatempo
Busca CEP
Links Úteis
Parceiros

Image











Image


 



Image 

 

 

 

 

Image

 

 

Image

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Image

 

 

 

Image

 
Top! Top!