hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início
11-Dez-2017
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 332 - 30/11 a 15/12/2017
Image
Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Login





Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Estatísticas
Visitas: 3373177
Difusão de Notícias
Comissão investiga golpe contra os cegos
Classificação: / 0
23-Nov-2017


Um novo episódio surge agora, com a formação de uma Comissão, reunida no escritório sede do deputado federal Arnaldo Faria de Sá, para apurar os fatos sobre a trama contra os deficientes visuais, covardemente despejados da APITC sede própria, instituição surgida em 1922 na rua Cajuru, 730 bairro do Belém – SP.

Integram essa comissão, o procurador de Justiça Dr Paulo Sérgio Moro, advogado Paulo Agostinho Fernandes autor de um dossiê de 300 páginas sobre a APITC, Jorge Serafim comerciante do Belém, Miguel Felício de Albuquerque – colaborador há 50 anos da entidade, Dr Sérgio de Azevedo Redó e assessoria jurídica do deputado Arnaldo Faria de Sá.

Novo Processo

De acordo com os documentos exibidos na comissão pelo advogado Paulo Agostinho, o processo anterior de denúncia contra os autores foi arquivado. A partir de agora, diante das averiguações em andamento, nova denúncia será apresentada às autoridades para abertura do competente inquérito policial, em que também os deficientes visuais poderão prestar depoimento.

Image

 

 

 

O encontro foi no escritório sede do deputado federal Arnaldo Faria de Sá

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

Miguel Albuquerque em diálogo com o advogado Paulo Agostinho Fernandes – defensor dos cegos e o procurador de Justiça Dr Paulo Sérgio Moro

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Advogado Paulo Agostinho – autor do dossiê, deputado Arnaldo Faria de Sá e advogado Sérgio Redó

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

Deficiente visual José da Silva, Dr Sérgio Redó, Miguel Albuquerque e Jorge Valentim do Belém

 
Temer estuda meios para legalizar jogos no País
Classificação: / 0
23-Nov-2017


Com rombo confirmado no orçamento, Governo busca receitas e geração de empregos

 

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

O presidente Michel Temer tem acompanhado o movimento forte pela legalização dos jogos no Brasil e indicou, em outubro, que vai sancionar a lei se o projeto avançar no Congresso Nacional. Atualmente há duas propostas avançadas em tramitação, uma na Câmara e outra no Senado, prestes a entrar na pauta dos plenários.

Mais de 100 pessoas, entre deputados, investidores estrangeiros e defensores do setor prestigiaram dia 17 de outubro último, um jantar numa churrascaria de Brasília promovido pelo Instituto Brasileiro Jogo Legal, comandado pelo professor Magnho José, um dos maiores especialistas em jogos no País. Fonte: Último Segundo - iG 

 

 

Image

FENACTUR

Por São Paulo, destaque-se o dedicado empenho da Fenactur por seu presidente Michel Tuma Ness, para a imediata volta dos Cassinos e jogos em geral, com certeza uma imensa fonte de recursos em prol do próprio País.

 

 

 
Maria Domitila, a Marquesa de Santos
Classificação: / 0
23-Nov-2017


Mãe de 12 filhos, foi proprietária de chácara no Brás

Eduardo Martellotta

A rua Maria Domitila ostenta orgulho do Brás desde o final do século XIX e consta do mapa da cidade de 1890 com o nome de "Rua Dona Maria Domitila". Mas em 24 de agosto de 1916, através do Ato nº 972 o logradouro foi oficializado com a denominação de "Rua Maria Domitila", uma homenagem à Marquesa de Santos, D. Maria Domitila de Castro Canto e Melo, proprietária de uma chácara naquele local. Nascida em São Paulo no dia 27 de dezembro de 1797, era filha do Visconde de Castro, João de Castro Canto e Mello e de d. Escolástica Bonifácio de Toledo Ribas.

No dia 13/2/1813, com apenas 16 anos de idade, casou-se com o alferes Felício Pinto Coelho de Mendonça. Mudou-se para Ouro Preto, onde nasceram seus dois primeiros filhos: Francisca e Felício. Em 1815, depois de uma discussão com Domitila, o alferes Felício esfaqueou-a, apesar de estar grávida de seu terceiro filho. Foi então que Domitila deixou o marido e voltou para a casa dos pais, dando à luz a uma criança batizada com o nome de João e que faleceu poucos meses depois. O divórcio do casal foi concretizado em 1824.

 

5 filhos com D. Pedro I

Em 1822, Maria Domitila conheceu o Imperador D. Pedro I, com quem teve cinco filhos: um menino natimorto (1823), Isabel Maria de Alcântara Brasileira (1824) - Duquesa de Goiás, Pedro de Alcântara Brasileiro (1825-1826) falecido antes de completar um ano, Maria Isabel de Alcântara Brasileira (1827) - Duquesa do Ceará, que faleceu com meses de idade; Maria Isabel II de Alcântara Brasileira (1830-1896), que só teve o reconhecimento de D. Pedro I às vésperas de sua morte.

Em 1824 Domitila era designada Baronesa de Santos, em 1825, recebia o título de Viscondessa de Santos e, em 1826, o título de Marquesa de Santos. Como a sua presença na corte, após a morte da Imperatriz Maria Leopoldina, criasse dificuldades para o 2º casamento de D. Pedro I, a ligação entre eles foi definitivamente rompida em 1829. Retornando para São Paulo uniu-se, a partir de 1833, ao liberal Rafael Tobias de Aguiar, um dos homens mais ricos da província e com quem se casou em 1842 em Sorocaba. Deste 3º marido teve 4 filhos: Rafael Tobias de Aguiar Jr., João Tobias de Aguiar e Castro, Antonio Francisco de Aguiar e Castro e Brasílico de Aguiar e Castro.

Baile de Máscaras

Em 1834 a Marquesa adquiriu o "Solar", ainda hoje existente na rua Roberto Simonsen. Dama elegante, rica e cheia de prestígio político e social, dedicou-se na velhice às obras de caridade, protegendo os pobres, cuidando dos doentes e de estudantes da Faculdade de Direito do largo de São Francisco. Sua casa tornar-se-ia o centro da sociedade paulista que ela animava com saraus literários e bailes de máscaras. A Marquesa de Santos faleceu em São Paulo no dia 3 de novembro de 1867 e foi sepultada no Cemitério da Consolação.

A rua Maria Domitila tem início na esquina com a rua da Figueira, no Parque D. Pedro e termina no cruzamento com a rua Vasco da Gama, no Brás.

Fonte: Dicionário de Ruas/Prefeitura de São Paulo

Image

 

 

 

 

Marquesa de Santos em torno dos 29 anos de idade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Final da rua Maria Domitila no Brás (esquina com a Vasco da Gama)

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

No número 79, fica o futuro Museu da História de São Paulo, que tem as obras paradas há sete anos

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Próximo > Final >>

Resultados 25 - 28 de 4680
Enquete
Que lugar é o símbolo do Brás?
 
Usuários On-line
Temos 2 visitantes on-line
Utilidades Públicas
Fones da Região
Subprefeituras
Poupatempo
Busca CEP
Links Úteis
Parceiros

Image











Image


 



Image 

 

 

 

 

Image

 

 

Image

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Image

 

 

 

Image

 
Top! Top!