hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início
24-Ago-2017
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 325 - 2ª quinzena de agosto de 2017
Image
Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Login





Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Estatísticas
Visitas: 2714604
Difusão de Notícias
Flash de Notícias

Apartir de agora estará disponiveis para downloads as Edições do Jornal do Brás em pdf, para que o internauta leia na integra o nosso jornal. Entre na seção de Edições do menu principal.

Caso não tenha um leitor de PDF, entre em www.adobe.com e baixe a última versão do Adobe Reader.

Webmaster

 
Veja as profissões que estarão em alta nos próximos anos
Classificação: / 0
21-Ago-2017
Image

Quais as profissões que prometem marcar forte presença no mercado? Mesmo em um cenário de crise existem profissões que se destacam e que devem ter uma boa procura durante os próximos meses.

Para o diretor executivo da Bazz Estratégia de Recursos Humanos, Celso Bazzola, para definir os setores que se destacarão são necessárias algumas análises. “O que leva a definirmos algumas carreiras promissoras para o próximo ano são as tendências de mercado e a economia do país. As necessidades e mudanças de comportamento também influenciam nessa análise”, explica.

Aí vale um alerta, não é porque estas profissões estão valorizadas que se deve correr atrás das mesmas, existe neste caminho mais um ponto muito importante, a vocação. Geralmente por influências externas, em muitos casos os profissionais optam pelo dinheiro e o resultado pode ser desastroso.

Mas vamos às áreas de destaque segundo Celso Bazzola:

·         Gestão de governança corporativa – dirigir uma empresa nos dias de hoje não é tarefa fácil, monitorar seus resultados e manter de forma coesa a relação de investidores, gestores, conselhos (chamados de stekeholders) é fundamental e em 2017 esse crescimento continuará, visando dar sustentabilidade aos negócios;

·         Gestores de controladoria – Em momento de crise, controlar e focar na redução de custos e acompanhamento de resultados torna-se fundamental para o sucesso e superação das dificuldades;

·         Profissional de trade marketing – A fim de alavancar as vendas e os negócios, esse profissional tende a ser ainda mais importante na estratégia de recuperação;

·         Gestor de projetos em TI – A escolha da tecnologia ideal visando garantir a segurança e velocidade das informações podem ser fatores decisivos no investimento e resultado da empresa. Isso reduzirá tempo, otimizando processos e mantendo um grupo menor de colaboradores altamente qualificados;

·         Profissional de agroecologia – Estando ligado ao resultado do PIB no Brasil, esse profissional ajudará a unir a sustentabilidade e sua aplicação no campo, uma vez que nosso país tem um campo vasto no agronegócio a ser explorado;

·         Analista especializado em Big Date– O volume de dados que circula nas redes é quase que incalculável, assim, esses dados devem ser tratados e ordenados para serem úteis nas empresas. Tão importante quanto aos dados é a forma que ele será utilizado e é este papel desse profissional;

·         Especialista em gerontologia – Com o avanço de idade da população brasileira, ficará mais evidente a busca pela saúde e qualidade de vida dos idosos, com isto, os especialistas destas áreas terão um imenso campo de trabalho para atender este público.

“Porém, não devemos alterar os planos profissionais para outras carreiras apenas por tendências, considero que mais importante é avaliar suas habilidades e paixão, assim, com certeza, o sucesso será inevitável”, conta o diretor da Bazz.

Ele acrescenta que várias profissões tiveram seus momentos de destaque e depois entraram em baixa, já outras estão presentes nas empresas em destaque até hoje. O importante também é se manter atualizado, sendo que muitas delas sofreram mudanças graças os avanços das técnicas, tecnologia, estratégia, competitividade, entre outras variáveis que fazem as pessoas se destacarem ou não.

Fonte: Ponto Inicial Comunicação.

 

 

 

 
Brigadeiros e Beijinhos
Classificação: / 0
21-Ago-2017

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Veja na próxima edição, a entrevista da empresária Valdirene Diniz à colunista Katia Teixeira do programa Agora É Que São Elas, que venceu mil percalços com dedicação ao trabalho.

 
Crises financeiras x Crises emocionais
Classificação: / 0
18-Ago-2017
Image


 

Alzira Jorri de Tomei

 

Crise é uma palavra contemporânea, que passa por todos os lugares: TV, congressos acadêmicos, bares, bate-papo entre amigos, em família, entre desempregados, ou entre empreendedores de sucesso.  Pessoas empregadas reclamam da crise quando vão ao supermercado e se foram desligados, é porque não conseguem se recolocar, ficam inseguros e infelizes. Periodicamente, a crise muda de intensidade, causando danos muitas vezes irreversíveis à saúde mental dos brasileiros.  O distanciamento social, proveniente da baixa autoestima por não se poder ter o mesmo padrão de vida e sustentar as necessidades financeiras desenvolvem problemas psicológicos como aumento de ansiedade, sintomas de depressão e/ou estresse, que podem caminhar para o uso de álcool ou outras drogas lícitas ou ilícitas, chegando ao suicídio.

Sintomas como esses estão presentes de forma acentuada hoje, mas não podem ser atribuídos apenas à crise, pois dependem de estrutura psicológica individual. As crenças pessoais, quando negativas, tendem a ter recidiva de depressão e de sintomas de ansiedade, conforme a instabilidade do ambiente em que se vive. Quando se perde a perspectiva de futuro, aliada à incapacidade de uma retomada do passado, entra-se num eixo crucial, sobre o qual estatísticas justificam as lotações em institutos de psiquiatria e consultórios de psicologia, com acentuada participação do corpo de especialistas em Psicopedagogia.

Como pendurados em cabides, sem chão, o homem fica pendurado no ar, em busca de apoio, que são as relações pessoais mais próximas. As crises financeiras são especialmente graves, porque acometem igualmente, e ao mesmo tempo, as demais pessoas que poderiam servir como pontos de apoio. Nessa situação, perde-se a identidade profissional e pessoal, trazendo riscos iminentes. Esse psiquismo contamina, levando uma reação em cadeia, onde os grupos acabam se esquecendo do período em que viveram bem. Por outro lado, muitos consumidores que se deixam levar por demasiadas notícias negativas, passam a ficar estagnados diante da necessidade de consumo.

A decorrente instabilidade emocional, para muitos, decorre do fato de não ser possível conseguir manter um estilo próprio, modificando totalmente um panorama psicológico. Nas grandes crises sociais, deve-se lembrar das próprias características pessoais, pois as crises passam, havendo sempre uma nova forma de vida; nos momentos das grandes agitações e turbulências, sugere-se manter a calma, para se pensar melhor. A paciência pode remeter a melhores condutas. As crises todas, parecem não ter saída quando estão na fase inicial. O momento parece não ter saída, mas o psiquismo criativo vai se adaptando às mudanças, e o senso de sobrevivência vence, quando se dá abertura a novas propostas de empreendedorismo. Assim vão aparecendo soluções para os problemas e impasses. Gradualmente a sociedade vai estabelecendo os acordos que permitem a reconstrução da vida e de seus cidadãos. Para isso não se pode cair no desespero do imediatismo.

As crises, mesmo dolorosas, permitem renovação pessoal e para a sociedade e a adversidade deve ser encarada como um grande motor de mudança.Passar por dificuldades constrói novas estruturas internas. Alimentação equilibrada, sono adequado e atividade física não devem ser deixados de lado nesses momentos de inquietude a apreensão. Levar a situação para o lado realista e menos trágico, pode também ser atenuante durante esses conflitos. Planejamento e adequação financeira pode colaborar com o fortalecimento dessa fase, observando, como um dos passos de resolução é o de resolver o problema que foi a causa de um suposto endividamento.   Adequar o padrão de vida à realidade é muito difícil, mas cortas gastos para ganhar fôlego é uma excelente opção. Livrar-se imediatamente da alta dos juros traz saúde financeira à resolução dos problemas; a vida só ensina quem de fato quer aprender.

Pesquisas constatam que 25% dos gastos são com supérfluos, uma vez cortados, não se sente falta. Diagnosticar a vida financeira, relacionar o que se gasta e poder cortar até cafezinhos e gorjetas não é assim tão sacrificante, desta forma, pode-se ver uma realidade diferente do que se imagina, desde que essas anotações não sejam vistas de forma fanática. Embora o momento esteja apresentando pesadelos, é necessário sonhar, para que novos objetivos sejam traçados e alcançados. O trabalho familiar, quando se reúnem os componentes para que sejam determinados alvos a curto, médio e longo prazo, pode ser um fator crucial para o resultado ser alcançado. Não adianta um membro apenas se esforçar, todos devem “falar a mesma língua”.

Para os poucos que ainda podem e querem investir, existem opções de aplicação em ativos financeiros, procurando-se variar o investimento, de acordo com o tempo que utilizará o dinheiro. Quanto maior o retorno estimado pelo tipo de aplicação que se escolhe, maior será o risco, por isso é preciso cautela.

Profª Espª Alzira Jorri de Tomei, brasense. Formação em Letras, Direito, Psicopedagogia.

 

 

 

 

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Próximo > Final >>

Resultados 13 - 16 de 4527
Enquete
Que lugar é o símbolo do Brás?
 
Usuários On-line
Utilidades Públicas
Fones da Região
Subprefeituras
Poupatempo
Busca CEP
Links Úteis
Parceiros

Image











Image


 



Image 

 

 

 

 

Image

 

 

Image

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Image

 

 

 

Image

 
Top! Top!