hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 180 seta Feira da Madrugada agora é da Santa Casa
28-Nov-2014
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Rádio Jornal do Brás
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 261- 2ª quinzena de novembro/2014
Image
Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

 

Jornal do Brás - Comunidade

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Aprenda a jogar Truco

Logo da Federação Paulista de Truco

 

Feira da Madrugada agora é da Santa Casa PDF
Classificação: / 20
FracoBom 
Image

Uma mudança repentina, ditada pela Justiça Federal, provocou intensa movimentação na Feira da Madrugada.

O então Shopping Popular da Madrugada, da rua Monsenhor Andrade, 987, passou a se chamar Complexo Novo Oriente. Com a retomada do imóvel pela União (Rede Ferroviária Federal - RFFSA), no dia 27 de abril, foi cumprida a liminar de mandado de reintegração de posse.

Com isso, tornou-se necessário formalizar um contrato de emergência. A RFFSA realizou um convênio com a tradicionalíssima Santa Casa de Misericórdia, como gestora do espaço. “Nesse período de transição e emergencial, era preciso algo que fosse mais brando e olhasse para as pessoas como seres humanos e realmente recolocasse o projeto no seu destino, que é o social”, explicou o Dr. Ailton Vicente de Oliveira, administrador do Complexo nesta primeira etapa. Todos os valores recebidos serão destinados à Santa Casa, que cumprirá, segundo ele, todos os contratos firmados em nome dela. “Assim, os lucros serão revertidos à Santa Casa, que saberá prover da melhor forma possível”, completou ele.

Image

“Foi montado um grupo de trabalho para dar continuidade e temos uma recomendação do Ministério Público Federal para fazer a licitação da área administrativa”, disse, acrescentando que o grupo trabalha voluntariamente. Por meio dessa licitação, empresas deverão se habilitar. “A função do grupo de trabalho (composto por pessoas ligadas aos permissionários e a RFFSA) é regularizá-lo”, completou o Dr. Ailton.

 

Reestruturação do espaço

“Estamos reorganizando tudo, ao lado de Arnaldo Bernardo, representante da Refesa. Temos o interesse de transformar o lugar num grande projeto social conforme já queríamos na sua fundação em 8 de agosto de 2005”, disse o Dr. Ailton. Todas as pessoas que trabalhavam nas bancas fizeram um pré-recadastramento emergencial. Atualmente o Complexo tem cerca de 4.500 permissionários. 

Image

O estacionamento de ônibus passou a ser grátis. No último dia 09 de junho, 437 ônibus estacionaram no local. A área total é de 53.000 m². Todos os motoristas e guias dos ônibus pernoitam no Complexo, também gratuitamente.

 

Contratação prática

A Lei 866 de 1993, sobre licitação, permite a contratação emergencial, que no caso da Santa Casa, é necessária para não correr riscos. “Entendemos que o contrato emergencial é mais prático para cobrir as despesas de segurança, limpeza, transporte, energia, água, luz e toda a infraestrutura. A União recebia um valor de aluguel por mês”.

O Dr. Ailton espera um ótimo entendimento entre a União (Rede Ferroviária Federal), o Estado (Ministério Público) e o município (Prefeitura). “Para que se faça um ajustamento de conduta e ela seja levada para frente e para que as pessoas dos órgãos públicos possam cobrar de quem estiver aqui”, disse ele, finalizando a entrevista. 

 

 

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!