hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 374 seta Irmã Dulce, pureza e humildade
16-Dez-2019
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 376 - 1ª quinzena de dezembro/2019
Image                            

Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 6962961
Irmã Dulce, pureza e humildade PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
08-Nov-2019

Ela merece a sua santidade e santificação

ImageAntão Ouriques de Farias

A Irmã Dulce nasceu em 26 de maio de 1914 em Salvador, filha de Augusto Lopes Pontes e Dulce Maria Souza Brito. Após sete anos, em 1921, a mãe faleceu, e fez 1ª Comunhão (nome de Batismo Maria Rita).

Seguiu a vocação do pai de amparar os pobres. Aos 13 anos, o desejo e dedicação à caridade levaram-na a acolher os mendigos em sua casa.

Pegou nome Portaria de São Francisco pelo número de pessoas em sua porta.

Com o desejo à vida religiosa, em 1933, após a formatura de professora, entra para a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, na cidade de São Cristóvão em Sergipe.

Em 13 de agosto de 1933, recebeu o hábito de feira das Irmãs Missionárias, em homenagem à sua mãe, com nome Irmã Dulce, então Maria Rita. Como freira, ensinou em Colégio da sua congregação. Com a vocação da caridade e aos pobres em 1935, dava assistência à comunidade pobre, atendendo os operários, fundando em 1936, a União Operária São Francisco com auxílio do Estado. Em 1937, funda com o Frei Hildebrando, com ajuda de vários cinemas.

Image Em 1939, Irmã Dulce funda o Colégio Santo Antônio, escola pública para os operários e filhos de operários. Ela construiu o maior Hospital da Bahia, Associação Obras Sociais Irmã Dulce.

O Albergue Santo Antônio com toda luta, recebeu apoio internacional. Em 1980 ela recebeu a visita do Papa João Paulo II, que a aconselhou a continuar sua obra. Em 1991, recebe a 2ª visita do Papa no Convento Santo Antônio. Ela faleceu 5 meses depois da visita papal.

Salve a Irmã Dulce e todas as criaturas que cumpriram com Amor e Abnegação ao mundo da caridade fraternal e todas criaturas que passaram pela vida cumprindo os deveres espirituais entre Deus e o próximo. Amém. Salve os Anjos e Santos e todos que estavam no leito da Santa Eternidade. Amém. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Antão Ouriques de Farias, católico praticante, é escritor, historiador e pesquisador.

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!