hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 364 seta Maria Zélia ganha mural aos 102 anos
21-Ago-2019
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 369 - 2ª quinzena de agosto/2019
Image                     

Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 6344831
Maria Zélia ganha mural aos 102 anos PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
07-Jun-2019

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ImageInaugurado dia 26 de maio último, o novo mural da Vila Maria Zélia foi produzido pelo artista plástico Erick Wilson e seu amigo Carlos Pedrosa, e retrata a história da Vila, primeira vila operária do Brasil, fundada em 15 de maio de 1917, pelo Dr Jorge Street, em homenagem à sua filha, Maria Zélia, vítima de tuberculose aos 16 anos de idade (1899-1915).

A festa de inauguração do mural contou com café da manhã oferecido pela Italac (patrocinador do mural), banda da Polícia Militar e benção do padre.

Equipamento completo para os operários

A vila foi projetada pelo arquiteto francês Paul Pedraurrieux, e como Jorge Street, era um defensor da formação de uma consciência capitalista brasileira e de medidas de proteção aos operários, exigiu a construção de um núcleo residencial digno aos seus funcionários. 

A Vila Maria Zélia foi construída para ser uma pequena cidade. O complexo, localizado na rua dos Prazeres, foi originalmente constituído de 198 casas, distribuídas em seis ruas, que variavam de 75 a 110 m² cada. As famílias maiores, com maior número de operários, habitavam as casas maiores, assim como os administradores. Os solteiros moravam em uma hospedaria, própria para eles. Havia também duas escolas, uma para meninas e outra para os meninos, ambulatório e serviço odontológico, uma praça principal com uma igreja ladeada por dois prédios idênticos, onde funcionavam o comércio, com farmácia, açougue, sapataria, armazém, salão de festas, e um clube (campo de futebol). Vale ressaltar que a Vila Maria Zélia foi a primeira vila operária a ter uma creche para os filhos dos operários.

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!