hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 355 seta Comandante do Brás/Pari
22-Fev-2019
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 358 - 2ª quinzena de fevereiro/2019
        
Image
Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 5424655
Comandante do Brás/Pari PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
21-Dez-2018

Image

 

 

 

 

 

 

 


Image

 

Segurança Brás/Pari

Tradicionais polos do comércio paulistano, com mais de 10.000 empresas, 200.000 funcionários e agora com mais de 3 milhões de turistas de compras, o Brás e o Pari passaram a contar com maior rigor na Segurança, graças à união das autoridades civis e militares.

Aqui, rendemos louvor aos protagonistas da estrutura em prol da sociedade.

 

 

Capitão Rodrigo Francisco Forner, de 39 anos, é o comandante da 3ª Cia do 13º Batalhão da Polícia Militar no Pari desde 2015. Serviu a Escola de Formação da Academia do Barro Branco e tem passagens pela Corregedoria e pelo 28º BPM/M.

Nascido em Suzano, o capitão Forner morou durante 30 anos no bairro Cidade Patriarca, na zona leste e atualmente reside no Cambuci. Palmeirense, é casado com a Patrícia, e tem dois filhos: Diogo e Henrique.

Pelo sucesso de sua missão na Região Brás/Pari, o atuante capitão Forner recebeu do Jornal do Brás o histórico Troféu Oscar Dourado Bicentenário do Brás.

Ao receber a láurea, Forner disse: “Divido o troféu com minha esposa Patrícia”. E completou: “Eu e Dr Eder (delegado titular do 12º DP) estamos fazendo um bom trabalho em prol da segurança da população”.

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ImageContinuidade na Operação Comércio Legal

Já em sua mesa após a homenagem, o capitão Rodrigo Forner informou que a Operação Comércio Legal, iniciada dia 26 de novembro último, numa ação conjunta da Prefeitura com a Guarda Civil Metropolitana e as Polícias Civil e Militar, deverá ter continuidade. “A operação não ficará restrita ao final do ano. Vamos deixar as calçadas livres, para que as pessoas que vêm fazer suas compras, possam transitar livremente”, disse.

“Tivemos uma resposta muito positiva da operação. As apreensões estão nos surpreendendo”, explicou ele, citando as apreensões na região, em depósitos que abrigavam produtos piratas. Entre esses produtos, estão bonés, tênis, roupas esportivas, relógios e bijuterias. Os depósitos ficavam nas ruas do Hipódromo e Miller, completou o capitão Forner.

Disse também que, junto a Fábio Lepique do gabinete do prefeito Bruno Covas, a intenção é ampliar o perímetro da operação. “A partir do momento em que o espaço estiver seguro e não termos mais os imigrantes, iremos aumentar pouco a pouco, de forma que abrangeremos todo Brás”.

Finalizando, o cmt informou que gostaria de envolver a Polícia Federal em um trabalho de controle dos imigrantes na região – senegaleses, nigerianos, haitianos, bolivianos, paraguaios, chineses e coreanos. “Temos um mundo dentro do Brás”.

 

 

Image

 

 

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!