hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 347 seta Bem-Estar integra Idosos da Região
19-Nov-2018
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 352 - 1ª quinzena de novembro/2018
Image    

Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 5025432
Flash de Notícias

Caro Internauta, continuamos a disponibilizar nossas edições em PDF publicamente e para receber nossas novidades é só fazer o cadastro clicando aqui assim terá sempre avisado de nossos conteúdos e eventos.

 att,

 Equipe Jornal do Brás

 
Bem-Estar integra Idosos da Região PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
05-Set-2018


Projeto foi criado para aproximar a população da Polícia Militar

Tiago Santiago

 

O programa Bem-Estar nasceu há seis anos, com o sargento Menezes, com o intuito de integrar a população dos bairros do Pari, Belém, Brás, Mooca, Vila Maria e Vila Guilherme, junto a Polícia Militar, através de aulas de ginástica, dicas de saúde e instruções primárias de segurança pública.

As aulas de educação física são lecionadas pelo cabo Barreto, formado e habilitado em Educação Física pela antiga Uniban. As atividades são realizadas ao lado da Base Comunitária Pari, pertencente à 3º Cia do 13º BPM/M, na Praça General Humberto de Souza Melo, às quartas e sextas feiras, e às terças, quintas e sextas feiras na ONG Reciclazáro, no horário das 8h às 9h30. E os dias em que ocorrem a atividade dependem do plantão do cabo Barreto.

 

 

ImageO projeto é aberto a todas as faixas etárias, porém, hoje é voltado basicamente para a Terceira Idade, devido à grande procura. O cabo Barreto procura aplicar e executar os exercícios de uma maneira personalizada.  O treino é igual para todos, porém Barreto procura atender cada um conforme suas necessidades, como Personal Training. O professor orienta, avalia e conhece cada aluno, para que, dependendo de uma limitação ou um problema de saúde, o exercício passa a ser mais específico, e ele vem com o propósito de melhorar o desempenho da saúde do aluno.

 

 

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image Mais Saúde

“Cada pessoa é um caso, tem gente que tem uma saúde muito boa aqui e elas só querem manter a saúde aqui. Outra pessoa, por exemplo, tem tendinite, bursite, artrose, ou um problema no nervo ciático. Outras saíram de uma cirurgia recentemente ou de uma fisioterapia, e eu instruo com exercício para fazer o fortalecimento, vou especificando para cada um”, explicou o cabo Barreto.

O projeto é aberto a todos do bairro, e como qualquer outro programa, requer cuidados e financiamento. Agora, carece um pouco de patrocinadores que possam ajudar a fazer com que estas ações continuem a melhorar a integração da comunidade. Ajudas como materiais esportivos, roupas e divulgações, por exemplo, são bem-vindas para o programa continuar respirando. Qualquer interessado que queira conhecer o projeto e participar das ações, contatar a equipe do Bem-Estar, no fone 2695-4862 – Base Pari.    

 

 

  

Image

 

Valorização da PM

Com carinho e respeito, o cabo Barreto passou a ser referência para o público da Terceira Idade no bairro. É o que diz a aluna Norda, de 68 anos “Barreto tem paciência com a gente. Ele ensina o que pode fazer dentro do nosso limite”

 

 

 

 

 

 

 

ImageA aproximação da PM está ajudando a mudar a relação da população com o bairro. Este tipo de ação auxilia a população de idosos do bairro a se integrar, a socializar o idoso. É o caso da aluna Marlene, de 73 anos, que relatou estar vencendo a depressão com ajuda das aulas, pois por meio das atividades, faz amizades, interage e se relaciona com outras pessoas, além do condicionamento físico e mental que a aula proporciona

 

 

 

 

 

 

Image

Resgate da auto-estima

“O projeto significa vida, saúde, sair um pouco do marasmo que a Terceira Idade nos oferece. O projeto veio resgatar tudo que a gente não teve de oportunidade de fazer na juventude”, disse a aluna Denise, de 58 anos

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

A partir desse relacionamento, a PM passa a conhecer mais a comunidade, o que se passa no dia-a-dia através dos alunos. “É uma segurança pra nós, porque quando a Polícia Militar está próxima, fazem ações para sua proteção”, relatou Daniele Arruda, nutricionista e estudante de 31 anos

 

.

 

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!