hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 346 seta Governador faz palestra na API
07-Abr-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 383 - 2ª quinzena de março/2020
Image                                    

Jornal do Belém Ed 2 - 12/03/2020
Image  
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7627802
Flash de Notícias

Para o economista da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Marcel Solimeo, o levantamento serve para que se tenha uma ideia numérica do que pode acontecer nos próximos meses 


São Paulo, 2 de abril de 2020Um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) aponta que a arrecadação de impostos no Brasil pode sofrer uma queda de até 39,3% em virtude dos impactos do isolamento social recomendado por especialistas e pela própria Organização Mundial de Saúde (OMS) como a forma mais eficaz de combate ao novo coronavírus (Covid-19). Para o economista da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Marcel Solimeo, o levantamento serve para que se tenha uma ideia numérica do que pode acontecer nos próximos meses.


“São projeções baseadas em algumas hipóteses, mas o cenário de incerteza, como o que estamos atravessando, pode apresentar algumas surpresas. De qualquer forma, é um estudo interessante para que a gente possa ter alguma ideia numérica do impacto das medidas”, pondera Marcel Solimeo, economista da ACSP.


O levantamento considera receitas tributárias da União, dos estados e dos municípios e leva em conta projeção inicial feita pelo IBPT, de R$ 2,8 trilhões em impostos, com base nos dados do orçamento projetados pelo governo.


O IBPT estabeleceu quatro possíveis cenários para o fim do período de isolamento, que começou em 18 de março em muitos estados e determinou o fechamento do comércio de maneira geral, exceto estabelecimentos considerados como serviços e atividades essenciais à população, como supermercados, serviços de saúde, transportes, farmácias e postos de combustíveis, por exemplo.


Pela projeção, se o isolamento for encerrado no fim de abril, a queda na arrecadação será de 26,49%; se for em maio, 32,38%; caso ocorra em junho, 35,35%; na ocorrência de o confinamento ser finalizado apenas em julho, o tombo seria de 39,32%.


“A situação é por demais preocupante, pois os governos estão injetando dinheiro na economia para mitigar os problemas causados pela crise sanitária e a queda sensível de arrecadação, em qualquer dos cenários, causará no mínimo uma recessão”, afirma o coordenador de estudos do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral.

O estudo do IBPT aponta ainda as quedas médias por esfera de governo, isto é, federal, estadual e municipal. Além de detalhar os meses de maiores perdas na arrecadação, com destaque para agosto, caso haja um isolamento até o fim de julho, podendo atingir até 70% naquele período.


O levantamento fez também uma estimativa com cálculo de perdas diárias e mensais: se o isolamento acabar em abril, perda média mensal será de R$ 78,01 Bilhões, equivalente a uma perda diária de R$ 2,57 bilhões; em maio, a perda média mensal será de R$ 95,41 Bilhões, equivalente a uma perda diária de R$ 3,14 bilhões; em junho, a perda média mensal sobe para R$ 104,18 bilhões, equivalente a uma perda diária de R$ 3,42 bilhões; em julho, a perda média mensal será de R$ 115,86 bilhões, equivalente a uma perda diária de R$ 3,81 bilhões.


Veja estudo na íntegra:
Queda da arrecadação tributária em decorrência dos efeitos da pandemia de coronavírus

 

 
Governador faz palestra na API PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
23-Ago-2018

ImageA convite da diretoria da API – Associação Paulista de Imprensa, o governador Márcio França visitou a entidade sábado dia 18 de agosto, sendo recepcionado por Fernando Mauro Trezza da ABCCom – Associação Brasileira dos Canais Comunitários e pelo presidente da API, Dr Sérgio Redó.

 

 

 

 

 

 

Image Em sua palestra, o governador Márcio França ressaltou a liberdade de imprensa, uma das bandeiras da API. “O Brasil é um dos países mais concentradores de comunicação no mundo”. Falou ainda sobre o avanço da tecnologia e pesquisa no governo do Estado de São Paulo. “Quem mais investe em pesquisa no mundo é o Estado de São Paulo, mais do que a Rússia, Espanha e Alemanha”, lembrou França, ex-secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, ex-secretário de Estado de Turismo e ex-prefeito de São Vicente.

 

 

 

 

 

Image

Completou ainda: “De cada 10 copos de suco de laranja tomados no mundo, 5,5 foram feitos em São Paulo. Isso ninguém sabe. Nós estamos nos comunicando mal”. Lembrou que o Hospital de São José dos Campos, recém-inaugurado, é um dos mais modernos do mundo em aparelhagem, mais do que o Instituto do Coração, Instituto do Câncer - ICESP e o Hospital das Clínicas.

A tarefa dos poderes público e privado é ter criatividade e estratégia, finalizou Márcio França.

 

 

 

 

 

Image

Mensagem a jovens e professores

Ao Jornal do Brás, o governador Márcio França disse que quer recuperar a auto-estima perdida no Estado. Comentou sobre a miséria humana, reiterando que é preciso a geração de oportunidades. “Os jovens não têm esperança de oportunidades”, disse ele, que pretende lançar o programa Alistamento Civil, dando oportunidades com o primeiro emprego e depois, qualificação. “Nossa meta é que, a partir do ano que vem, tenhamos 100% dos jovens que saem da escola no Ensino Médio, com vaga na faculdade garantida”.

Por fim, deixou uma mensagem aos professores: “Tentamos fazer um reajuste de 10,5%, mas a ministra Carmen Lúcia suspendeu”. Disse ainda: “Mandamos ontem (17/8) para a Assembleia, projeto que garante mais dois anos para eles, sem precisar ter afastamento mínimo de 40 dias. Isso vai dar mais tranquilidade para a categoria O (temporários)”.

 

 

 

 

 

Image

Futebol Master tem federação própria

Presente na palestra do governador Márcio França, Haroldo Ikuta, diretor de Esporte da Associação Paulista de Imprensa – API, disse pertencer à Federação Paulista de Futebol Master, onde é diretor financeiro. A entidade foi criada recentemente, explicou, para atender ex-atletas que não tenham condições financeiras, e é composta por 10 times de São Paulo, entre eles Santos, Palmeiras, Corinthians, Portuguesa e Juventus. O presidente da federação é o ex-presidente do Juventus, Rodolfo Cetertick. Outros diretores são Waldir Comenalli, do conselho fiscal da Federação Paulista de Futebol, e Mauro de Moraes, presidente do conselho fiscal da CBF, completou Haroldo, que é maçom, do Grande Oriente de São Paulo.

A Federação Paulista de Futebol Master fica na rua Praça Antônio Prado, 33, 9º andar, cjs 911 e 912. Contatos com Haroldo pelo fone 98154-8581.

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!