hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 338 seta A necessidade do banco de dados genéticos em São Paulo
14-Jul-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 385 - 2ª quinzena de abril/2020
Image                                      

Jornal do Belém Ed 2 - 12/03/2020
Image  
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 8223853
Flash de Notícias

Gostaria de receber nossas novidades? cadastre-se aqui e receba o nosso newsletter, sempre ficará por dentro de tudo do nosso jornal. Agora se realmente quer novidades sobre nossas edições e atualizações de nosso site em tempo real, adcione o nosso feeds RSS no seu programa predileto de leitor de notícias.

 
A necessidade do banco de dados genéticos em São Paulo PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
02-Abr-2018


Projeto foi aprovado em 1ª votação pelos vereadores da Câmara Municipal

 

Mario Covas Neto

Foi aprovado em primeira votação pelos vereadores da Câmara Municipal nos últimos dias um projeto de minha autoria que prevê a criação de um banco de dados genéticos das pessoas em situação de rua sem documento de identificação e falecidas em condição de indigente na cidade.

Informatizado, o banco terá acesso restrito e armazenará os dados relativos ao DNA desses cidadãos. Com isso, a ideia é beneficiar e aperfeiçoar o sistema de identificação e informação sobre a população, auxiliando sobretudo as famílias de pessoas desaparecidas. Dessa forma, funcionará como ferramenta para auxiliar na redução de tal problema social.

É importante sublinhar que o procedimento para coleta de amostra do material genético será realizado por meio de técnicas adequadas e indolores e para o fim de comparação de informações genéticas e identificação de indivíduos, os parentes de pessoas desaparecidas também deverão doar amostra de material biológico próprio, por meio das mesmas técnicas.

Ao mesmo tempo, o banco de dados genéticos inibe a ação de grupos de terror – tráfico de drogas e crime organizado, entre eles – que utilizam de expedientes criminosos para desaparecer com os corpos de seus desafetos.

Conforme previsto no projeto, por razões éticas e jurídicas, o Poder Público deve obter o livre consentimento das partes. Assim, torna-se essencial o trabalho da assistência social e a ampla divulgação das informações sobre a medida.

A proposta ainda deve passar por nova apreciação dos parlamentares e se aprovado novamente, segue para análise do prefeito, responsável por sancioná-lo ou vetá-lo.

 

Image

 

 

 

 

Vereador Mario Covas Neto, que se filiará ao Partido Podemos, ao lado do senador Álvaro Dias e da deputada federal Renata Abreu

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!