hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 174 seta Um pouco sobre o Brás
29-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 381 - 2ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                  

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7383636
Um pouco sobre o Brás PDF
Classificação: / 2
FracoBom 
01-Jul-2009
Image

O Brás está localizado na Zona Leste da cidade. Apresenta um relevo modesto, composto das várzeas do Tietê e Tamanduateí, e de terraços fluviais com altitude oscilando entre 727 e 750 metros. Para muitos, sobretudo os mais velhos, o Brás é aquele bairro que começa logo depois do Gasômetro e abrange toda a Zona Leste da cidade, até a Penha. Na realidade, esta região é formada por uma série de bairros, que, à medida que se desenvolveram, foram-se separando do núcleo inicial. Hoje o Brás, cujo cerne encontra-se a dois quilômetros do centro da cidade, tem apenas cerca de cinco quilômetros quadrados, e inclui parte do Parque D. Pedro. Limita-se com os bairros da Mooca ao sul, Belenzinho e Catumbi a leste, Pari e Luz ao norte e a oeste com Santa Ifigênia e distrito da Sé.

 

Origem do bairro

O núcleo inicial do Brás está ligado à Igreja do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, erigida na segunda metade do século XVIII por um português, proprietário rural na região. Chama-se ele José Brás, daí advindo o nome do bairro. Uma ata da Câmara de 1765 refere-se a um caminho “pegando da Capela do Senhor Bom Jesus até a Freguesia de Juquery”, que poderia ser uma referência a esta ermida. Quanto ao seu construtor, a primeira referência que temos dele é de 1769, quando um termo de vereança manda “fazerem pontes que ficam entre o caminho de José Brás até a chácara do Nicolau”.

 

Image

 

 

ImageAssim era no passado um salão de barbearia, tudo a rigor

Foto: Igreja Bom Jesus do Brás  - Eduardo Cedeño Martellotta

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!