hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 324 seta Conseg discute mendigos e mesa em calçadas
19-Out-2017
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 329 - 2ª quinzena de outubro/2017
Image
Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 3070247
Flash de Notícias

Todo 1º domingo do mês, o Movimento Poético de São Paulo faz sarau no Parque do Piqueri

 
Conseg discute mendigos e mesa em calçadas PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
04-Ago-2017


Em sua última reunião realizada dia 26 de julho último no SENAI Theobaldo De Nigris, o Conseg Brás/Mooca e Belenzinho debateu sobre o problema social moradores de rua nos baixos dos viadutos Bresser e Alcântara Machado, insegurança na Praça Benemérito José Brás (solicitação de uma base móvel da PM para o local), camelôs, barulho, sujeira e mesas nas calçadas.

A presidente do Conseg, Wanda Herrero, disse que quer política pública para o morador de rua e ressaltou a questão humanista.

Hermínia da secretaria municipal de Assistência Social, trabalha com pessoas em situação de rua, oferecendo acolhida a estas pessoas e reintegrando-as à sociedade. Segundo ela, existem 24 equipamentos que lidam com a população em situação de rua nos seis distritos da Prefeitura Regional da Mooca. “Os moradores de rua querem habitação, não querem ir para os albergues”, disse ela, acrescentando que há dois anos a pasta não tem trabalho efetivo nas duas tendas (Bresser e Alcântara Machado). A Prefeitura está com processo para fazer a reintegração de posse nos dois locais – disse a porta-voz da pasta.

Sobre o Centro Temporário de Acolhimento – CTA inaugurado recentemente na av. Alcântara Machado, há uma população diferenciada, disse Hermínia, cujos frequentadores do local já têm controle maior na questão do álcool e da drogadição.  

Lavando a roupa suja no Conseg 

O presidente honorário do Conseg Brás/Mooca, Milton George, também fundador deste Conseg em abril de 1990, na redação do Jornal do Brás, junto com o então delegado titular Dr Gerson de Carvalho e o primeiro presidente, o saudoso Ernani Caputo, disse: “É aqui que se lava a roupa suja do bairro e as questões e reivindicações da região Brás, Mooca e Belenzinho”. Sobre a questão das barracas ao lado do local da reunião, junto ao viaduto Bresser, Milton disse que não sabe até quando vai a paciência e a determinação da Prefeitura em resolver o problema.

Mesas nas calçadas

O morador Antônio reclamou das mesas de bares que ocupam a calçada total em ruas da Mooca. Elas fecham a calçada inteira com lonas, impedindo o trânsito das pessoas. Sobre isso, Walter Mezzeti da Prefeitura Regional da Mooca respondeu: “O comerciante tem que ter o TPU de uso da calçada, desde que deixe o passeio livre”. Antônio lembrou também que o comércio está com impostos atrasados devido às malfadadas ciclovias construídas, que prejudicaram muitos comerciantes.

A próxima reunião do Conseg será dia 30 de agosto a partir das 19h45, no mesmo local.

Image

 

 

 

A favela da Alcântara Machado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Antônio reclama das mesas de bares nas calçadas

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Baladas, lixo e Parque inseguro

Christian Sznick, morador da rua Piratininga no Brás, reclamou do barulho da balada realizada na rua Visconde de Parnaíba, próximo ao Museu da Imigração, e também da Feira do Rolo na rua Domingos Paiva, ocorrida há muitos anos. Ocorre que no domingo à noite há os resquícios da feira, montanhas de lixo deixadas no local. Christian também pede ronda no Parque Benemérito José Brás, em vista dos frequentadores do parque e das escolas ao lado. “Pessoas consomem drogas no fundo do parque”. Finalizando, ele reclamou ainda de um Centro de Convivência Social abandonado abaixo do viaduto Alcântara Machado (próximo da rua Piratininga) hoje invadido por barracas

 

 

 

Image

Cmt da 3ª Cia do 45º BPM/M, o capitão Ubirajara disse: “A moto é fundamental, por questão de mobilidade. As patrulhas com motos estão sendo direcionadas para questões pontuais”. O policial, na foto ao lado da presidente do Conseg, Wanda Herrero, solicitou que todos façam o Boletim de Ocorrência

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Vânia, moradora da Mooca, disse: “Pagamos nossos impostos e não temos respostas das nossas autoridades. A Mooca piorou muito nesta gestão, nenhum bar foi fechado, tem muito buraco e sujeira. E nunca na história na Mooca tem tantos mendigos na rua”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Walter Mezzeti coordenador de governo da Prefeitura Regional da Mooca também é um dos conselheiros do Parque Benemérito José Brás. “Serviço de zeladoria está sendo agendado nos próximos dias no parque e com relação ao barulho da balada, a fiscalização visitou e constatou que a altura do som estava bem mais baixa do que antes. Os bares serão fiscalizados e várias ruas precisam ser recapeadas, mas não podemos fazer isso por causa do orçamento” – disse

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Inspetor Gongora da GCM Mooca

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Hermínia da secretaria municipal de Assistência Social

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Milton George, presidente honorário do Conseg Brás/Mooca e a presidente Wanda Herrero

 

 

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!