hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 321 seta Museu da História volta a ter obras paralisadas
13-Nov-2019
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 374 - 1ª quinzena de novembro/2019
Image                          

Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 6794961
Flash de Notícias

Gostaria de receber nossas novidades? cadastre-se aqui e receba o nosso newsletter, sempre ficará por dentro de tudo do nosso jornal. Agora se realmente quer novidades sobre nossas edições e atualizações de nosso site em tempo real, adcione o nosso feeds RSS no seu programa predileto de leitor de notícias.

 
Museu da História volta a ter obras paralisadas PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
21-Jun-2017

ImageA polêmica da contaminação do solo continua

As obras do Museu da História de São Paulo foram novamente paralisadas, em mais um novo capítulo da longa novela. Localizado na rua Maria Domitila, 79, o prometido equipamento (antiga Casa das Retortas) teve as obras iniciadas em fevereiro de 2010 (são 7 anos que o museu não sai do papel) e se encontra agora em total abandono.

A secretaria de Estado da Cultura informou em recente nota enviada à redação: "No início da execução do projeto, foi constatada contaminação do solo local, demandando a tomada de medidas prioritárias para a solução do problema antes da continuidade do restauro, o que alterou o cronograma inicialmente previsto. Continua em andamento o monitoramento ambiental no local".

Por que demora tanto o processo de descontaminação e quando as obras serão finalmente retomadas e concluídas? Já existe risco de invasões ao local.

Image

A LONGA NOVELA DAS OBRAS

·  As obras de construção do Museu da História de São Paulo foram iniciadas em fevereiro de 2010, em área de 21.837 m² e com projeto de autoria do arquiteto Pedro Mendes da Rocha, ao custo inicial de R$ 52.000.000,00. Porém, foram paralisadas já no mês seguinte, quando foi descoberta a existência de contaminação do solo no terreno, conforme nota enviada pela secretaria de Estado da Cultura na época. O serviço de restauro foi retomado em 2011;

·    Em 2013, nova paralisação durante 60 dias, por uma discussão contratual entre a secretaria de Estado da Cultura e a construtora responsável, a CVS”, dizia nota, informando ainda: “A resolução destes pontos contratuais está em fase de conclusão. Questões de saneamento ambiental estão sendo tratadas por esta Secretaria juntamente com a Cetesb”. As obras tiveram o valor aumentado para R$ 84.079.395,25 segundo placa então afixada no local;

·    Em agosto de 2014, o Jornal do Brás apurava junto à secretaria que 110 operários da Construtora CVS trabalhavam no serviço, executando frentes simultâneas: restauro dos edifícios históricos e construção das novas edificações previstas para o Museu. Nova nota informava que o cronograma seria readequado e as obras deveriam ser concluídas no primeiro semestre de 2015;

·    Em março de 2015, a mesma secretaria informava ao Jornal do Brás que o processo de descontaminação estava em fase de finalização, em paralelo ao restauro, e que o Museu seria inaugurado mais para frente, no início de 2016. Meses depois, em novembro, novo contato com a secretaria da Cultura, e nova promessa de entrega, para meados de 2016, o que também não aconteceu;

·    Atualmente, nova placa informa no local que as obras do Museu da História estão orçadas em R$ 61.519.312,84 com a mesma construtora, a CVS.

 

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!