hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 315 seta Rua Joli lembra sede das Indústrias Matarazzo
22-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 381 - 2ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                  

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7351982
Flash de Notícias

A partir de agora estarão disponiveis para downloads as Edições do Jornal do Brás e do Jornal do Belém em pdf, para que o internauta leia na íntegra os nossos jornais. Entre na seção de Edições Jornal do Brás e Edições Jornal do Belém do menu principal.

Caso não tenha um leitor de PDF, entre em www.adobe.com e baixe a última versão do Adobe Reader.

Webmaster

 
Rua Joli lembra sede das Indústrias Matarazzo PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
22-Mar-2017


Eduardo Martellotta

 

Nascido em 9 de março de 1854 na Itália, Francesco Antonio Maria Matarazzo chegou ao Brasil em 1881, de mala e cuia, vindo de Castellabate, sul daquele país. Era então um simples agricultor e tinha um sonho: vencer na vida.

E aqui, de mascate em Sorocaba, passou a se tornar o 5º homem mais rico do mundo, ao criar o maior complexo industrial da América Latina no início do século XX, as Indústrias Reunidas Francesco Matarazzo (IRFM), um conglomerado de mais de 350 empresas que empregou cerca de 30.000 pessoas.

As propriedades que pertenciam ao negócio bilionário do Conde Francesco Matarazzo, título concedido a ele pelo Rei Vittorio Emanuele III da Itália em 1917, eram bancos, fazendas, prédios, empresas de navegação, além de fábricas de diversos produtos, como a dos macarrões Petybon e o Moinho Matarazzo de trigo, o maior do País, na rua Monsenhor Andrade no Brás. Ao lado de suas fábricas, o Conde construiu hidrelétricas e ferrovias. Suas empresas tinham filiais nos Estados Unidos, na Europa e na Argentina. O patrimônio na época de seu falecimento, em 10 de dezembro de 1937, estava estimado em R$ 20 bilhões. Faturavam mais que Matarazzo apenas a União Federal, o Departamento Nacional do Café e o Estado de São Paulo.

 

Conglomerado ativo na Joli e com única empresa

O casarão da rua Joli, 223/273 foi utilizado como tecelagem até a década de 1960, e a partir de 1972, passou a ser sede das IRFM. Segundo o jornalista e pesquisador Everton Calício, o prédio encontra-se em processo de tombamento pelo Condephaat, e ainda funcionam lá o jurídico e o administrativo das IRFM, que se encontram ativas. Do império do Conde Francesco Matarazzo sobrou apenas uma única empresa, a Matflex, em Ermelino Matarazzo, que fabrica TNT (tecido-não-tecido) usado largamente na produção de toucas e aventais cirúrgicos e também para envolver o sabonete Francis. Há outras empresas arrendadas. Detém ainda muitos terrenos onde continuam de pé os antigos prédios, hoje abandonados.

A rua Joli leva o nome de uma antiga família radicada em São Paulo. O logradouro foi oficializado através do Ato nº 972, de 24 de agosto de 1916. Concentra atualmente lojas de aviamentos, galeria comercial, e de muitas grifes famosas. A Joli tem início no cruzamento da avenida Celso Garcia e seu final é na rua Xavantes.

Image

 

 

 

 

Conde Francesco Matarazzo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Casarão da rua Joli ainda pertence às IRFM, que concentram apenas uma empresa. Em destaque, o busto do Conde Francesco Matarazzo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Início da rua Joli na esquina com a Celso Garcia

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Final do logradouro no cruzamento com a rua Xavantes

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

 

Nesta foto, uma saída de turno de operárias da antiga Tecelagem Ítalo Brasileira de Sedas, na rua Joli. Foto de Peter Scheier - 1947

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Prédio do antigo Moinho Matarazzo no Brás

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!