hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 315 seta Semana Santa e os principais acontecimentos na vida Cristã
22-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 381 - 2ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                  

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7351955
Flash de Notícias

Caro Internauta, continuamos a disponibilizar nossas edições em PDF publicamente e para receber nossas novidades é só fazer o cadastro clicando aqui assim será sempre avisado de nossos conteúdos e eventos.

 att,

 Equipe Jornal do Brás

 
Semana Santa e os principais acontecimentos na vida Cristã PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
22-Mar-2017
Image


Antão Ouriques de Farias

É uma tradição religiosa católica que celebra a paixão, morte e a ressurreição de Jesus Cristo.

Ela se inicia no Domingo de Ramos, que relembra a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém e termina com a ressurreição de Jesus, que ocorre no Domingo de Páscoa.

Os dias de Semana Santa: 1-1 Domingo de Ramos, 1-2 Segunda-feira Santa, 1-3 Terça-feira Santa, 1-4 Quarta-feira Santa, 1-5 Quinta-feira Santa da ceia, 1-6 Sexta-feira Santa ou da Paixão, 1-7 Sábado Santo ou Sábado de Aleluia, 1-8 Domingo de Páscoa.

O Domingo de Ramos abre solenemente a Semana Santa com a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.

Jesus é recebido em Jerusalém com festa e como rei, mas os mesmos que o receberam com festa o condenaram à morte. Jesus é recebido com ramos de Palmeiras. Neste dia, são comuns procissões em que os fiéis levam consigo ramos de Oliveira ou Palmeira, que originou o nome da celebração.

Jesus foi a Jerusalém para celebrar a Páscoa Judaica com os discípulos e entrou na cidade como um rei montado em jumentinho e foi aclamado pela população com o Messias, o rei de Israel. A multidão o aclamava: “Hosana ao filho de David”. Isto aconteceu alguns dias antes de sua Paixão, Morte e Ressurreição.

Image

A Segunda-feira Santa – 2º dia da Semana Santa seguinte ao Domingo de Ramos. Terça-feira Santa – o 3º dia, memória do encontro de Jesus e Maria no caminho do Calvário. Quarta-feira Santa – Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores.

A Igreja neste dia celebra o Ofício das Trevas, lembrando que o mundo já está em Trevas devido à proximidade da morte de Jesus. Quinta-feira Santa é o quinto dia da Semana Santa, nas catedrais das Dioceses, o bispo se reúne com o seu clero para celebração da Crisma, são abençoados os Santos Óleos que serão usados na administração dos Sacramentos do Batismo, Ordenação de Padres e Bispos, Crisma e Unção dos Enfermos. Com essa celebração se encerra a Quaresma. À noite são celebrados os três gestos de Jesus durante a Última Ceia: a Instituição da Eucaristia, o exemplo do Lava-Pés, com a Instituição de um Novo Mandamento (ou Ordenança).

É neste momento que Judas Iscariotes sai para entregar Jesus por trinta moedas de Prata. Nesta noite Jesus é preso, interrogado no amanhecer da Sexta-feira, acoitado e condenado. A Igreja fica em vigília ao Santíssimo, relembrando os sofrimentos de Jesus.

Sexta-feira Santa – É celebrada a solene Ação Litúrgica, Paixão e Adoração da Cruz, Liturgia da Palavra, Oração Universal, Adoração da Cruz e Rito de Comunhão, presidida por presbítero – Celebração de cor vermelha.

Sábado de Aleluia ou Santo – É o dia da espera. Os Cristãos junto ao Sepulcro de Jesus aguardando a sua ressurreição. No final do dia, é celebrada a Solene Vigília Pascal, a mãe de todas as vigílias como disse Santo Agostinho, a Benção do Fogo Pascal, o novo Círio Pascal.

No Sábado de Aleluia entoa-se Glória e Aleluia. A celebração da Liturgia Eucarística, o ápice de todas as missas.

Domingo de Páscoa é o dia importante para a Fé Cristã, pois Jesus Cristo vence a morte para mostrar o valor da vida. Esse dia é estendido por mais cinquenta dias até o Domingo de Pentecostes, uma das celebrações mais importantes do calendário Cristão, a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos de Jesus Cristo e sobre Maria sua Mãe. O Pentecostes é celebrado 50 dias depois do Domingo de Páscoa.

Salve Jesus Cristo e a Maria Santíssima, a Essência viva na vida da humanidade.

 

Antão Ouriques de Farias, ministro da Comunhão Eucarística, é escritor, historiador e pesquisador.

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!