hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 302 seta 1º de Setembro - Dia do Jornal de Bairro
27-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 381 - 2ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                  

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7374016
Flash de Notícias

A partir de agora estarão disponiveis para downloads as Edições do Jornal do Brás e do Jornal do Belém em pdf, para que o internauta leia na íntegra os nossos jornais. Entre na seção de Edições Jornal do Brás e Edições Jornal do Belém do menu principal.

Caso não tenha um leitor de PDF, entre em www.adobe.com e baixe a última versão do Adobe Reader.

Webmaster

 
1º de Setembro - Dia do Jornal de Bairro PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
05-Set-2016

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Foi no dia 1º de setembro de 1895 que circulou o primeiro jornal de bairro na cidade de São Paulo, “O Braz”, editado pelo então coronel Albino Soares Bairão.

 

 

 

 

 

 

Flash da História

Neste 1º de setembro comemora-se mais um ano da fundação do primeiro jornal de bairro da cidade de São Paulo: "O Braz". O Jornal foi criado pelo brasileiro Albino Soares Bairão, com a finalidade de defender os interesses do bairro e informar seus moradores sobre os acontecimentos locais.

Nascia a imprensa livre em nosso bairro. Antes do surgimento dos jornais de bairro, o que se tinha eram jornais étnicos criados por diversas colônias de imigrantes, principalmente os italianos.

Esses jornais começaram a desaparecer a partir do momento em que o imigrante passou a se ambientar com a nova terra.

Com o passar dos anos, os jornais de bairro foram se transformando, adquirindo novas matrizes. Surgiram, então, jornais estudantis, anarquistas, operários, entre outros, com isso enriquecendo a nossa imprensa paulistana.

 

 

 

 
< Anterior
 
Top! Top!