hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 293 seta Moradores fecham rua com amparo em lei
17-Set-2019
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 370 - 1ª quinzena de setembro/2019
Image                      

Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 6487309
Moradores fecham rua com amparo em lei PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
22-Abr-2016


Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Eduardo Martellotta

As ruas Tereza Francisca Martin e Alan Kardec, ambas travessas da rua das Olarias, no Pari, foram fechadas por dois portões, devido à vários assaltos ocorridos em 9 residências (resultando na morte de uma antiga moradora) e no extinto Colégio Santa Teresinha, além de ponto de drogas que acontecia constantemente no local.

A medida, que teve auxílio da CET, é resultado da reivindicação dos moradores, que por unanimidade, decidiram pelo fechamento das duas ruas, que no total têm 31 residências e o novo Centro de Acolhida para Imigrantes. E tem amparo no Projeto de Lei 453/2015, de autoria dos vereadores José Police Neto (PSD) e Nelo Rodolfo (PMDB), aprovado na Câmara Municipal, que permite o controle de acesso 24 horas em vilas, ruas sem saída e ruas sem impacto no trânsito local.

 

Sobre o PL

Aprovado pela Câmara Municipal, em segunda discussão, dia 6 de abril último, o PL 453/2015, do Executivo, dispõe sobre a restrição ao tráfego de veículos em vilas, ruas sem saída e ruas sem impacto no trânsito local.

O Substitutivo ao PL, que estabelece, entre outras medidas, o controle de acesso nesses locais, avançou no plenário da Câmara Municipal de forma definitiva. No PL original, enviado pelo Executivo, a restrição era das 22h às seis da manhã. O texto que avançou, de autoria do vereador José Police Neto, prevê 24 horas de controle.


 

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!