hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 287 seta O Esquife do Caudilho joga com morte, vida e suspense
26-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 381 - 2ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                  

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7370114
Flash de Notícias

Caro Internauta, continuamos a disponibilizar nossas edições em PDF publicamente e para receber nossas novidades é só fazer o cadastro clicando aqui assim será sempre avisado de nossos conteúdos e eventos.

 att,

 Equipe Jornal do Brás

 
O Esquife do Caudilho joga com morte, vida e suspense PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
20-Jan-2016


 

Image          

           O jornalista Daniel Pereira era criança no dia em que o ex-presidente Getúlio Vargas morreu e os alunos do grupo escolar de uma pequena cidade do interior de São Paulo, assim como os de outras escolas em todo o país, foram dispensados da aula.

Passados tantos anos, o clima de comoção e tensão que marcou a vida dos brasileiros naquele 24 de agosto de 1954, é o mote para a narrativa d’O Esquife do Caudilho(Editora Pasavento, 232 pgs., R$ 40), primeiro livro publicado pelo autor, veterano em redações de jornais, rádios e assessorias de Imprensa.

 

 

Image

No livro, Daniel Pereira usa e abusa de recursos linguísticos típicos da coloquialidade para construir, em tom interiorano, um bate-papo ameno, recheado de conversa fiada, casos e causos, gírias, frases feitas, vocativos esdrúxulos e xingamentos, como destaca o jornalista Joaquim Maria Botelho, ex-presidente da União Brasileira de Escritores (UBE), que assina o prefácio da obra. “Nomes, sobrenomes, apelidos, quem sabe quantos deles serão reais? Daniel, o narrador de agora, sabe, mas vai jurar que não os revela. Tem gente que vai se reconhecer porque é personagem. Tem gente que vai se reconhecer porque vai identificar a si mesmo em determinado personagem ou fragmento da tecitura feita à moda da colcha de retalhos.”

A cada capítulo, entre uma mescla de reminiscência e informação jornalística, uma surpresa. Por exemplo, a visita de Ayrton Sena à cidade de Assis, aonde foi pescar, incógnito, poucos dias antes do acidente fatal em Imola. Ou, a controvertida passagem pela cidade do médico nazista Joseph Mengele, que em seu roteiro de fuga ficou hospedado por alguns meses na Casa da Criança da cidade.

 “Bem mais que alusão à morte de Getúlio Vargas, o título instiga e traz o leitor para dentro do livro”, assinala Gabriel Emidio, profissional de texto que assina a “orelha” e também fez a revisão da obra. “Imaginação e memória. Verdadeiro e verossímil. Factual e opinativo. Sincronia e diacronia. Lá e cá, indo e vindo – eis uma síntese dos recursos essenciais de linguagem que o jornalista Daniel Pereira concatena para movimentar personagens, tipos, logradouros e ambientações. Encontros, esbórnias e emoções singulares não cessam de povoar cada página.”

    Livro está disponível na loja virtual da Editora Pasavento http://pasavento.tanlup.com

 

Contato autor: (11) 97660-4588 – Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

Contato editora: (11) 2949-1875 -  Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

 

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!