hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 287 seta Editora Matarazzo lança Coletânea sobre São Paulo
26-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 381 - 2ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                  

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7369430
Flash de Notícias

Caro Internauta, continuamos a disponibilizar nossas edições em PDF publicamente e para receber nossas novidades é só fazer o cadastro clicando aqui assim será sempre avisado de nossos conteúdos e eventos.

 att,

 Equipe Jornal do Brás

 
Editora Matarazzo lança Coletânea sobre São Paulo PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
20-Jan-2016


Eduardo Martellotta

ImageA escritora Thais Matarazzo está lançando a obra “Vamos falar de São Paulo?”, pela Editora Matarazzo. Ela disse no Jantar Diamante, dia 8 de dezembro, que a obra é uma coletânea em homenagem aos 462 anos de São Paulo, e tem a participação de 28 autores, entre os quais o poeta Adriano Augusto da Costa – presidente do MPN, Neide Lopes Ciarlariello, Walter Manna e Geraldo Nunes da Rádio Eldorado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Ela conta que o seu capítulo é em homenagem ao saudoso artista plástico Hugo Giovanelli, da Vila Maria Zélia. “A ideia de escrever o livro surgiu em um dia que frequentei a Tarde de Chá no Clube Maria Zélia. Quando cheguei em casa, bateu uma nostalgia do Hugo e aí comecei a escrever o primeiro capítulo” – contou Thais.O lançamento da coletânea será na Casa das Rosas dia 27 de janeiro próximo, às 19 horas. “A coletânea está muito bonita, vale a pena a leitura. Tem coisas do Brás, do Pari e de São Paulo toda”.

 

 

 

 

 

Image

Boemia no livro

O radialista e jornalista Walter Manna disse ao Jornal do Brás que no livro de Thais Matarazzo, fala sobre a Noite Paulistana nos anos 1950. “A época da boemia era romântica, diferente. Até o marginal era romântico. Não havia perigo nas ruas da cidade. Os maiores marginais respeitavam o boêmio”. A mulher operária, que saía durante a madrugada para trabalhar, disse Walter, encontrava o boêmio e se encantava com ele, que acabavam se casando. Walter relata na obra os melhores endereços da noite de São Paulo.

Walter frequentava muito a noite paulistana. “Saía da noite às quatro horas da manhã, e eu ficava no Horto Florestal. Lá ficava no carro vendo o sol nascer. Chegava em casa, lavava o rosto, dava uma descansadinha de nada e já ia para o trabalho. Eu chegava em casa às 17h30, dormia até as 21h e ia para a noite de novo”. Ele conta que aos 77 anos continua curtindo a noite. “Estou bem, com muita saúde”. O programa Solo Tango é apresentado por ele na Rádio Trianon AM 740 todos os sábados das 17h às 19h e abre espaço para todos os tipos de música: samba, sertanejo, violeiros e música portuguesa.

 

 

 

Image

 

 

 

 

Neide Ciarlariello é advogada, poeta e Cidadã do Brás

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!