hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 287 seta Policiais Civis passam a ter diária especial
26-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 381 - 2ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                  

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7370118
Policiais Civis passam a ter diária especial PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
20-Jan-2016


A medida permite que policiais civis trabalhem em suas folgas para reforçar o efetivo nas ruas, nas delegacias, no trabalho de investigação e atendimento à população

Image

Fotos: Eduardo Saraiva

 

O governador Geraldo Alckmin sancionou dia 13 de janeiro último, o Projeto de Lei Complementar nº 50/2015, que institui a Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Civil (Dejec) em todo o Estado de São Paulo. A medida permitirá aos policiais civis trabalharem voluntariamente em suas folgas com direito a uma remuneração adicional.

“Essa é uma lei que vai trazer um duplo beneficio, é um ganha-ganha. Ganha a sociedade com trabalho ainda maior de polícia investigativa e judiciária. Ganha a polícia que passa a ter uma complementação no salário com uma jornada voluntária, podendo ser maior”, destacou o governador.

Image

Aumento da renda

A escala remunerada de trabalho proposta pela Dejec tem como objetivo aumentar a renda dos policiais civis, a exemplo do que acontece com os militares por meio da Dejem, e reforçar o efetivo nas ruas, nas delegacias, no trabalho de investigação e atendimento à população de todos os municípios paulistas.

Cada policial poderá trabalhar até 8 horas diárias (fora da jornada normal), por até 10 dias no mês, ou seja, máximo de 80 horas, para que o serviço extraordinário não prejudique o descanso do policial civil. As atividades e critérios a que serão submetidos os policiais serão estabelecidos por portaria do delegado geral de polícia.

 


 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!