hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 265 seta Sessões da Câmara nas subprefeituras
04-Jun-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 385 - 2ª quinzena de abril/2020
Image                                      

Jornal do Belém Ed 2 - 12/03/2020
Image  
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7993714
Sessões da Câmara nas subprefeituras PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
05-Fev-2015
Image


(*)Antonio Donato

A Câmara Municipal está retomando as sessões plenárias neste início de fevereiro. E 2015 promete ser um ano de muito trabalho para os 55 vereadores.

Ao ser eleito presidente do Legislativo, assumi o compromisso, junto com os demais membros da Mesa Diretora, de aproximar mais a Câmara da população. Para tanto, vamos promover sessões plenárias em cada uma das 32 subprefeituras em que a cidade está dividida, o que permitirá ouvir de perto o que tem a dizer o paulistano(a) de todas as comunidades, as lideranças de bairro e os conselheiros participativos.

As sessões nas subprefeituras também permitirão que os vereadores se aprofundem nos problemas de cada região e agilizem as soluções que surgirem durante os debates. Enfim, é uma forma de aproximar o trabalho dos vereadores das necessidades dos que aqui moram e trabalham.

Outra tarefa importante será a discussão em torno da nova Lei de Uso e Ocupação do Solo, que o prefeito Fernando Haddad enviará à Câmara brevemente.  A lei do zoneamento, como é conhecida, interessa a cada um que vive e trabalha em nossa cidade, pois é ela quem define o que pode ser construído (se é só para moradia ou um mix entre moradia e comércio, por exemplo) em cada bairro e rua de São Paulo.

Nosso propósito é que a Câmara esteja em sintonia permanente com a agenda da cidade. Por isto, não podemos, também, deixar de tratar da crise hídrica que preocupa a todos. No ano passado foi criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI|) para investigar o contrato da prefeitura com a Sabesp e nós, vereadores, vamos continuar participando dos debates em torno do tema.

Além de cobrar as responsabilidades de quem as têm, queremos contribuir – dentro das limitações que a legislação nos impõe – com respostas à pergunta: que medidas podem ser sugeridas às autoridades do Estado para evitar que a falta de água que se anuncia cause sofrimentos maiores à enorme população da cidade, principalmente aos mais pobres?

Enfim, teremos muito trabalho pela frente relacionado ao cotidiano da cidade e de todos os paulistano(a)s. Mas a Câmara Municipal também pode estar inserida nos debates dos grandes temas nacionais, contribuindo com sugestões para avançar em questões como a reforma política.

O Legislativo de São Paulo, o maior do Brasil, não pode se furtar a dar sua colaboração neste e em outros debates importantes para a consolidação e o aprofundamento da democracia em nosso país.

 

(*)ANTONIO DONATO (PT), 54, é presidente da Câmara Municipal de São Paulo, empossado em 1º de janeiro de 2015. Contato:  Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

 

 

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!