hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 261 seta Prefeitura oficializa Feira Boliviana
17-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 380 - 1ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                 

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7327453
Flash de Notícias

Prezados Amigos,
Prezadas Amigas,


Permitimo-nos apresentar para sua apreciação, a primeira edição do Jornal do Belém, de portas abertas e páginas abertas à disposição dos moradores da região, empresários, autoridades, lideranças comunitárias e simpatizantes, com a mesma dedicação dos mais de 30 anos de nosso Jornal do Brás.
Ao ensejo, rogamos seu incentivo para essa nova bandeira da Região Brás/Belém.

Abraço Fraterno,
Milton George

 


 
Prefeitura oficializa Feira Boliviana PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
24-Nov-2014

Rua Coimbra será 1º Boulevard do Brás

 

Eduardo Martellotta

 

A rua Coimbra, no bairro do Brás, maior ponto de encontro da comunidade boliviana em São Paulo, sofrerá uma grande transformação, com o alvissareiro projeto de revitalização anunciado pela Prefeitura. A ideia é criar no local um polo turístico, cultural e gastronômico para a cidade de São Paulo.

O primeiro e importante passo foi dado na manhã do último dia 18 de novembro, na sede da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (rua Líbero Badaró, 119) com a assinatura da Portaria 001/SP/MO/SMDHC/2014, que regulamenta a Feira Boliviana da rua Coimbra, realizada aos sábados e domingos. Agora o espaço, que passa a se chamar Feira de Arte, Artesanato, Cultura e Gastronomia da Rua Coimbra, será administrado de forma oficial pela Prefeitura, nas ruas Coimbra (entre a rua Bresser e a Dr Costa Valente) e Marajó (até esquina com rua Dr João Alves de Lima), com barracas padronizadas, mais segurança e diminuição do número de ambulantes, todos com Termo de Permissão de Uso – TPU. A portaria foi assinada pelo subprefeito da Mooca, Evando Reis, e pelo secretário de Direitos Humanos e Cidadania, Rogério Sottili, na presença da vice-cônsul da Bolívia, Vania Scarley Claros Seleme, e de lideranças da rua Coimbra.

 

Primeiro Boulevard do Brás

Com a feira passando à Prefeitura, um projeto arrojado pretende transformar a rua Coimbra em um boulevard. Segundo a secretaria, estão previstos nesta requalificação urbana, aterramento da fiação elétrica, alargamento das calçadas, pintura da fachada dos imóveis, uniformização da calçada, postes de iluminação, lixeiras, letreiros padronizados em espanhol e português, faixa de pedestre, arborização, entre outras melhorias, seguindo o modelo de cidades bolivianas como La Paz e Sucre.

Em suas palavras, Paulo Illes, coordenador de Políticas para Migrantes da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, lembrou que 90% dos moradores da Coimbra são bolivianos e que eles começaram a vir para o local há 15 anos. “A Coimbra agora é patrimônio cultural da cidade de São Paulo” – disse Paulo.

Luis Vasquez, presidente da Assempbol – Assoc. de Empreendedores Bolivianos da Rua Coimbra e conselheiro participativo da Mooca, lembrou que foram 10 anos de luta da comunidade boliviana para que este sonho se tornasse realidade. “Agora o nosso desafio é fazer desta feira um marco que representa a cultura boliviana”. Ao Jornal do Brás, Luis disse: “É um sonho ver nossa rua de um jeito bem típico da Bolívia. Vamos começar por uma rua e aos poucos o povo boliviano vai se apropriando do espaço público”.

Sub Mooca: carinho pelos bolivianos

O subprefeito da Mooca Evando Reis disse ter um carinho muito especial pela comunidade boliviana, pelo cônsul-geral Jaime Valdivia e lideranças, tendo se empenhado muito para que o povo boliviano alcance as melhorias necessárias na construção de uma cidade mais harmoniosa. Ele informou que somente na região da Subprefeitura Mooca, existem cerca de 45.300 bolivianos. “A partir de agora, a feira da Coimbra será padronizada e passa a ser reconhecida pela Prefeitura” – disse Evando.

Vania Seleme, vice-cônsul da Bolívia, disse: “A rua Coimbra expressa nossa cultura e diversidade. Pelo projeto, o local ficará nas cores da Bolívia – verde, amarelo e vermelho, expressando nosso sentimento de união e diversidade. Foi um esforço dos representantes e da comunidade”.  O Consulado Geral da Bolívia, informou Vania, encontra-se em novo endereço - rua Coronel Artur de Godoi, 7 Vila Mariana fone 3289-0443.

O secretário Rogério Sottili disse que os imigrantes são muito importantes para a gestão do prefeito Fernando Haddad. “A rua Coimbra simboliza um grande impacto entre as várias nacionalidades, promovida por uma administração que considera importante o trabalho dos comerciantes, moradores e feirantes que ali estão. O governo Haddad é aberto ao diálogo”, ressaltou Sottili.

 

Obras devem começar em breve

Ao Jornal do Brás, o subprefeito Evando Reis disse que o projeto é bastante arrojado e que as obras devem começar o mais rápido possível. Quanto ao custo das obras, completou, será divulgado após o lançamento do projeto, em dezembro.

Segundo Luis Vasquez, a feira da Coimbra já começa a funcionar pela Prefeitura, antes mesmo da reforma, em espaços demarcados, aos sábados das 15h às 22h e aos domingos, das 8h às 17h. E de acordo com Sottili, a inauguração do boulevard ocorrerá no primeiro semestre de 2015.

 

Image

 

 

O secretário Rogério Sottili e o subprefeito Mooca, Evando Reis, exibem a portaria assinada, ao lado da vice-cônsul da Bolívia, Vania Seleme

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Desenho mostra como ficará o boulevard da rua Coimbra

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Luis Vasquez, presidente da Assempbol

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Paulo Illes, coordenador de Políticas para Migrantes

 

 

 

 

 

Image

Consulado dinamiza ações

A vice-cônsul da Bolívia, Vania Seleme, disse ao Jornal do Brás que o ato da assinatura da portaria representa a integração da comunidade boliviana com os brasileiros. Informou ainda que na cidade, estima-se que existam 200.000 bolivianos, sendo 78.000 regularizados. Ela destacou que, com o acordo do Mercosul, os cidadãos bolivianos encontram mais facilidades na legalização. Na região, a Unidade Consular da rua Bresser, 1.235, esquina com a Coimbra, por onde passam uma média de 150 pessoas por dia, realiza toda documentação

 

 

 

Image

 

 

 

Momento histórico

Comunidade boliviana da rua Coimbra presente no ato da assinatura da portaria

 

 

 

 

Image

Nordestinos também terão feira própria

Segundo Waldemar Kremer, da área de Cultura da Subprefeitura Mooca, e Paulo Illes, coordenador de Políticas para Migrantes, os nordestinos também terão a sua feira, cujo local será a rua José de Alencar ou rua Dr Almeida Lima. O projeto está em estudo, disse Waldemar.

Paulo adiantou que está sendo formado o Conselho de Participação da Comunidade Nordestina, pela Secretaria de Direitos Humanos. Na foto, Waldemar e Antonio Maria, representando a comunidade nordestina na reunião histórica da rua Coimbra.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Próximo >
 
Top! Top!