hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 252 seta Copa do mundo: cuidados com o torcedor de quatro patas
21-Ago-2019
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 369 - 2ª quinzena de agosto/2019
Image                     

Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 6344499
Copa do mundo: cuidados com o torcedor de quatro patas PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
08-Jul-2014
Image

A classificação do Brasil para a semifinal na Copa do Mundo da Fifa 2014 está gerando muita comemoração. No entanto, se para os torcedores o momento é de felicidade e descontração, o mesmo não acontece com os animais. O estouro dos fogos de artifícios pode provocar pânico nos cães e gatos, que possuem a audição mais aguçada. Muitos fogem, se perder e até podem ser atropelados. Isso sem contar nos outros acidentes domésticos e até o risco de enforcamento com a própria coleira.

“Cuidados extras são indispensáveis nesse momento”, comenta a coordenadora do Hospital Veterinário da Universidade Anhanguera de São Paulo, a veterinária Marjorie Ikehara. Ela aponta alguns cuidados para evitar o sofrimento dos animais e garantir a segurança e bem estar:

 

- Mantenha o animal em local tranquilo e longe de lugares onde ele possa sofrer algum acidente (por exemplo: escadas, janelas e portas de vidro), isso é importante, pois alguns animais ficam bastante desesperados com o barulho e podem se machucar na tentativa de fuga.

- Tente distrair o animal para que ele não preste tanta atenção aos sons dos fogos, pode ser com brincadeiras ou ligando o rádio ou TV.

- Atenção especial deve ser dada aos animais que convulsionam pois com o estímulo causado pelos fogos eles podem apresentar convulsões graves.  

- Não medique o animal por conta própria. Existem muitas medicações, inclusive de uso em crianças, que são tóxicas a eles.

-  Caso seja necessário algum tipo de medicação procure sempre um veterinário de sua confiança.

Fonte: Alfapress Comunicações.

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!