hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 245 seta Efeitos do Carnaval: Vendas crescem em fevereiro
18-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 380 - 1ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                 

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7329508
Flash de Notícias

Prezados Amigos,
Prezadas Amigas,


Permitimo-nos apresentar para sua apreciação, a primeira edição do Jornal do Belém, de portas abertas e páginas abertas à disposição dos moradores da região, empresários, autoridades, lideranças comunitárias e simpatizantes, com a mesma dedicação dos mais de 30 anos de nosso Jornal do Brás.
Ao ensejo, rogamos seu incentivo para essa nova bandeira da Região Brás/Belém.

Abraço Fraterno,
Milton George

 


 
Efeitos do Carnaval: Vendas crescem em fevereiro PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
21-Fev-2014

Crescimento circunstancial: em relação ao mesmo período de 2013, vendas a prazo e à vista saltaram 10,8% e 15% porque no ano passado o Carnaval nesta época deixou a cidade vazia e o comércio com pouco movimento

 

O Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) referente à primeira quinzena de fevereiro mostra que no comércio varejista da capital paulista as vendas a crédito e à vista avançaram 10,8% e 15%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2013. As vendas são avaliadas pelo IMC (Indicador de Movimento do Comércio a Prazo) e pelo ICH (Indicador de Movimento de Cheques - vendas à vista).

"A explicação para esse salto é que em 2013 o Carnaval foi na primeira quinzena de fevereiro – com a cidade vazia e com o feriado, o período foi fraco para o comércio. Por isso, trata-se de um fator circunstancial, de uma fotografia do momento. Não significa necessariamente que as pessoas estão comprando mais", explica o presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Rogério Amato.  

No mês que vem, que vai contar com o Carnaval, a situação vai se inverter e as vendas deverão diminuir em relação a março de 2013.  

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!