hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 219 seta FecomercioSP: Quase metade dos paulistanos têm aplicações financeiras
31-Mar-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 383 - 2ª quinzena de março/2020
Image                                    

Jornal do Belém Ed 2 - 12/03/2020
Image  
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7582364
Flash de Notícias

A partir de agora estarão disponiveis para downloads as Edições do Jornal do Brás e do Jornal do Belém em pdf, para que o internauta leia na íntegra os nossos jornais. Entre na seção de Edições Jornal do Brás e Edições Jornal do Belém do menu principal.

Caso não tenha um leitor de PDF, entre em www.adobe.com e baixe a última versão do Adobe Reader.

Webmaster

 
FecomercioSP: Quase metade dos paulistanos têm aplicações financeiras PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
08-Out-2012

Nova pesquisa da entidade aponta baixo interesse dos paulistanos em adquirir novos financiamentos

 

Apenas 12,2% dos paulistanos têm intenção de abrir novos crediários nos próximos meses. A proporção constatada pela Pesquisa de Risco e Intenção de Endividamento (Prie), nova pesquisa mensal realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), se deve à percepção de que o momento econômico atual, tanto interno quanto externo, é complicado. O lado positivo, conforme destaca a Assessoria Técnica da FecomercioSP, é que a pouca busca por novos financiamentos está incentivando o governo a adotar ações de estimulo ao crédito, como a pressão para a queda de juros ao consumidor.

A Prie aponta, também, que o risco sistêmico do setor financeiro em São Paulo é baixo. O principal fator para tanto é a manutenção dos bons níveis de emprego e renda. Contudo, a Prie identificou que entre os 51,7% das famílias endividadas na capital paulista, em setembro, 38,3% têm algum tipo de aplicação financeira que pode ser utilizada como um colchão para assegurar o pagamento das contas em caso de emergência. O número é 4,3 pontos percentuais maior que o registrado em agosto.

Entre os não endividados, o total de famílias com aplicações é consideravelmente maior, chegando a 51,7%. De modo geral, 44,7% dos paulistanos têm aplicações financeiras, sendo que a mais comum é a poupança, possuída por 75,2% das famílias com aplicações. Os investimentos em renda fixa estão crescendo e, em setembro, já atingem 16,5% dessas famílias. Saldo nove pontos percentuais maior do que o registrado em agosto. O que demonstra um amadurecimento do mercado que não está investindo somente na poupança, mas diversificando sua carteira de rendimentos. Ações na bolsa e previdência privada são opções mantidas por 1,7% e 4,2%, respectivamente.

 

Sobre a Prie

A Pesquisa de Risco e Intenção de Endividamento (Prie), apurada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), tem o objetivo de acompanhar o interesse dos paulistanos em contrair crédito e a evolução da proporção de famílias endividadas na capital paulista que possuem aplicações financeiras, gerando um índice de risco inerente a estas operações. Os dados que compõem a Prie são coletados em 2.200 entrevistas mensais realizadas na cidade de São Paulo.

 

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!