hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 166 seta Cmte 3ª Cia estuda aumentar efetivo
24-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 381 - 2ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                  

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7360341
Flash de Notícias

Caro Internauta, continuamos a disponibilizar nossas edições em PDF publicamente e para receber nossas novidades é só fazer o cadastro clicando aqui assim será sempre avisado de nossos conteúdos e eventos.

 att,

 Equipe Jornal do Brás

 
Cmte 3ª Cia estuda aumentar efetivo PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
10-Set-2008

Em visita à nossa redação, dia 29 de agosto último, o comandante da 3ª Cia do 13º Batalhão da PM, capitão Carlos Alberto, disse que a possibilidade do aumento de efetivo é bem viável, e dá uma condição a mais para a sociedade ficar protegida. Ele trabalha atualmente com 180 policiais, embora sejam 220 fixos somando as duas bases comunitárias – Largo da Concórdia e Praça General Humberto, no Pari.

A 3ª Cia conta com 16 viaturas – 12 estão em funcionamento. “Quatro têm problemas técnicos ou se envolveram em acidente de trânsito”, explicou ele. Há ainda a Ronda Escolar, com dois turnos de serviço, que têm um estreitamento muito grande com os diretores de escola, segundo ele.

O capitão é oriundo do Centro de Moto-mecanização da PM, que cuida das viaturas. Assim que chegou à 3ª Cia, notou que é diferenciada, pelo fato de os policiais gostarem muito de trabalhar, sobretudo, no relacionamento com a comunidade – lojistas e moradores da região Brás/Pari. “Eu vim aqui para manter esta interatividade da PM com a comunidade”, disse ele.

Uma novidade recentemente implantada é a instrução continuada, um assunto que o comandante geral determina que se fale à tropa, várias vezes, repetidamente. “Todos eles têm instrução sobre diversos assuntos. Inclusive o próprio comandante do 13º Batalhão, cel Francisco, vem dar a preleção”.

 

CRIMINALIDADE EM BAIXA

Tendo em vista o grande fluxo de pessoas que vêm ao Brás, o índice de criminalidade é baixo, de acordo com o Infocrim – levantamento da Secretaria de Segurança Pública, informou o capitão Carlos Alberto. “A região Brás/Pari é excelente para se morar, próxima do Centro, e ainda conserva, em muitos locais, aquele jeitão de interior. Dá a impressão que a criminalidade ainda não chegou. E a gente procura, de todas as formas, na medida do possível, fazer com que o policiamento supra as necessidades”, explicou.

 

BICICLETA COM SIRENE

Sobre o policiamento com bicicletas, ele considera muito eficaz e bem visto pelos lojistas. “Elas terão uma sirene forte”, adiantou. Há 30 bikes na Cia e 10 espalhadas nas bases Concórdia e Pari. Das 40, apenas 16 funcionam. Ele sozinho faz o policiamento ostensivo a pé, à tarde, acrescentou.

 

AJUDA RELIGIOSA

O comandante contou que enfrenta o volume de problemas que a região oferece com vontade, meios que têm à disposição e principalmente, com a ajuda de Deus. “O que me dá vontade de prosseguir são as leituras religiosas, que me deixam calmo e tranqüilo, sem stress”, ressaltou.

Ele lembrou ainda que a base do Largo da Concórdia é recordista em informações para o público. “Nós procuramos estar mais perto da sociedade e sermos mais vistos”.

Entre as ocorrências, o índice maior é o de furto, subtração do bem da pessoa sem violência. “A porcentagem é maior, tendo em vista que muitas pessoas vêm do interior fazer compras e não tomam cuidado com o material que transportam”.

O capitão Carlos Alberto terminou a entrevista falando sobre câmeras de segurança. Ele considera que os locais primordiais para sua instalação seriam as ruas Maria Marcolina, Oriente, Monsenhor Andrade, avenida Celso Garcia e ruas que circundam o Largo da Concórdia. “A propósito, existe um estudo pela Associação de Lojistas do Brás”, finalizou o comandante da nossa região.

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!