hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 209 seta O Amanhecer da colonização da história do Brasil
29-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 381 - 2ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                  

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7382102
Flash de Notícias

Gostaria de receber nossas novidades? cadastre-se aqui e receba o nosso newsletter, sempre ficará por dentro de tudo do nosso jornal. Agora se realmente quer novidades sobre nossas edições e atualizações de nosso site em tempo real, adcione o nosso feeds RSS no seu programa predileto de leitor de notícias.

 
O Amanhecer da colonização da história do Brasil PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
10-Abr-2012

O que eram as Entradas


ImageAntão Ouriques de Farias

No século XVI, formaram-se grupos de aventureiros e desbravadores para explorar o interior do Brasil. Eram as chamadas Entradas, ou seja, adentrar-se em campos ou terra desconhecida do homem civilizado.
Estas expedições tinham como objetivo encontrar pedras e metais preciosos e capturar índios para o trabalho escravo, para fazer o reconhecimento do território. Algumas Entradas ficaram famosas como de Marcos de Alfredo Coutinho, Francisco de Sousa, Jerônimo Leitão, Gabriel Soares de Sousa, Francisco Espinosa, Antonio Dias Adorno e Belchior Dias Moreira.
As Entradas eram expedições que não deviam ultrapassar o limite imposto pelo Tratado de Tordesilhas e tinham um caráter oficial. Houve, porém, algumas exceções. As Entradas couberam o importante papel de iniciar o reconhecimento do território brasileiro, embora fossem outros principais interesses. São consideradas as percussoras das grandes expedições denominadas brasileiras, que viriam desbravar e povoar grande parte do interior do Brasil. Acredito que nossos ancestrais aventureiros, muitos eram possuídos de uma coragem de heroísmo por interesse próprio de tirar proveitos individuais, mais do que coletivo. Mas foram eles os heróis pioneiros e colonizadores que deram seus primeiros passos na construção do nosso Brasil, sem seus objetivos e aventuras e também muita coragem, de enfrentarem todos os perigos e riscos de vida e morte. Sem eles, nós não estaríamos aqui. Salve nossos pioneiros ancestrais e aventureiros desbravadores do Brasil.

Antão Ouriques de Farias é escritor, historiador e pesquisador.
 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!