hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias Jornal do Brás seta Edição 209 seta Pet Show, uma feira de sucesso
19-Fev-2020
 
 
Menu Principal
Início
Edições Jornal do Brás
Notícias Jornal do Brás
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Aniversário do Brás
Revista O Brazinha
Edições Jornal do Belém
EDIÇÃO 380 - 1ª quinzena de fevereiro/2020
Image                                 

Jornal do Belém Ed 1 - 20/01/2020
Image
Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 7334425
Flash de Notícias

A partir de agora estarão disponiveis para downloads as Edições do Jornal do Brás e do Jornal do Belém em pdf, para que o internauta leia na íntegra os nossos jornais. Entre na seção de Edições Jornal do Brás e Edições Jornal do Belém do menu principal.

Caso não tenha um leitor de PDF, entre em www.adobe.com e baixe a última versão do Adobe Reader.

Webmaster

 
Pet Show, uma feira de sucesso PDF
Classificação: / 1
FracoBom 
10-Abr-2012

ImageDe 22 a 25 de março o Centro de Exposições Imigrantes recebeu a Pet Show – 2ª Feira Internacional de Animais e Produtos Pet.
O evento, que reuniu os lançamentos do setor de Pet Shop, trouxe também seminários, cursos, exposições, demonstrações de cães, campeonato de raças de gato, desfiles de moda e demonstração de truques de habilidades caninas, reunindo um grande público nos quatro dias de realização.
O evento foi organizado pelo Grupo CIPA e Fiera Milano, a promoção foi da Moskim Feiras e Congressos e a realização da Diama, com participação do Jornal do Brás.

Cobertura jornalística: Eduardo Martellotta

 

Image

 

 

 

Carla Lima, MKT da CIPA e nosso companheiro Elifeletti

 

 

 

ImageTudo para seu Pet Shop

A RS Import (www.rsimport.com.br) fone 45 3027-3208), localizada em Foz de Iguaçu-PR e com distribuidores em São Paulo, é uma empresa importadora do ramo pet, voltada para o tosador, e marcou presença na feira.
“Importamos a parte de máquinas, lâminas e tesouras, enfim, acessórios para o tosador de pet shop”, contou Marco Antonio Duarte, proprietário da RS Import. Entre os produtos, coleiras, secadores e toda a linha de produtos dirigidos aos pet shops.
Há 10 anos no mercado, a empresa tem em seu cadastro mais de 15.000 pet shops.

ImageArca Brasil protege animal

Também presente na feira a Associação Humanitária de Proteção e Bem-Estar Animal – Arca Brasil (www.arcabrasil.org.br ). Seu presidente, Marco Ciampi contou que a entidade foi fundada em 1993, a partir de um projeto de libertar o golfinho Flipper, usado em shows, em Santos, o último da espécie, mantido em cativeiro. Felizmente ele foi solto. “O projeto causou grande repercussão na época”, lembrou ele. No quesito golfinho, o Brasil está acima dos EUA. “Nos EUA, há 300 golfinhos utilizados em shows”.
A Arca é uma entidade de proteção, bem-estar e defesa animal, com atuação nacional, contando hoje com cerca de 400 associados. “Nossa proposta é reduzir o sofrimento animal, ou terminá-lo, sempre que for possível”, disse Ciampi.

ImagePelo fim dos maus-tratos

Allan Reinaldo Vianna faz parte do Movimento Crueldade Nunca Mais (www.crueldadenuncamais.com.br ), que engloba centenas de ONGs no País. “Lutamos para que exista no Brasil uma legislação que puna com rigor crimes contra animais”, explicou. A Lei de Crimes Ambientais, para ele, é bem elaborada, porém, os crimes contra animais são brandos, convertidos em penas alternativas, pagamentos de cestas básicas, etc o que dificulta a inibição desses crimes. “Queremos que as penas sejam aumentadas”, disse ele, citando o recente caso de uma enfermeira que matou um yorkshire e a mulher da Vila Mariana que matou dezenas de animais. “Nos EUA existe rigor na lei”.

ImageCentro de Controle de Zoonoses

O Centro de Controle de Zoonoses – CCZ, órgão da Prefeitura responsável pelo controle de doenças transmissíveis dos animais para os homens em todo o município, também esteve presente na Pet Show.
Fernando Hosomi, médico veterinário do Centro de Adoções de Cães do CCZ, informou que a estimativa da USP e do CCZ é de que existam cerca de 2 milhões de cães e gatos abandonados nas ruas de São Paulo e outros 2,9 milhões domiciliados no município.
“Temos feito a Campanha de Castração Gratuita Permanente, onde é feito o cadastramento dos animais. Além disso, são feitas fiscalizações para coibir o comércio ilegal de animais em São Paulo”, informou Hosomi.  
O CCZ está localizado na rua Santa Eulália, 86, bairro de Santana, próximo ao Metrô Carandiru. Contatos pelo fone 3397-8909.

ImageIdentificação do seu animal

Jane Roncada, da Riviera Tecnologia, localizada em Barueri (fone 4193-1597), contou na feira que a empresa trabalha com microchipagem de pequenos e grandes animais, em parceria com ONGs e Prefeituras. “Nosso grande foco é a identificação eletrônica, visando a identificação animal e para punir os maus-tratos com animais”, disse Jane. “Através de um banco de dados do proprietário, conseguimos ver quem está de posse do animal. Caso seja um animal abandonado, conseguimos localizar o dono e puni-lo”. O preço médio de um microchip é R$ 15,75, segundo ela.

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!