hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início seta Notícias seta Edição 160 seta Damasco revive sua epopéia
17-Set-2019
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 370 - 1ª quinzena de setembro/2019
Image                      

Redes Sociais
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Estatísticas
Visitas: 6487292
Flash de Notícias

Gostaria de receber nossas novidades? cadastre-se aqui e receba o nosso newsletter, sempre ficará por dentro de tudo do nosso jornal. Agora se realmente quer novidades sobre nossas edições e atualizações de nosso site em tempo real, adcione o nosso feeds RSS no seu programa predileto de leitor de notícias.

 
Damasco revive sua epopéia PDF
Classificação: / 0
FracoBom 
30-Mai-2008

"Ahlar ua Sahla" – Conheça agora um pouco da história da Síria, cuja cidade Damasco foi a Capital do Califado nos seus gloriosos tempos. Até hoje transpira os mais suaves perfumes de suas flores e até hoje se ostenta garbosa pela lealdade, justiça e paz – trinômio característico de seu povo.

Damasco foi escolhida a Capital da Cultura Árabe no ano de 2008. Para celebrar a conquista, o Centro Cultural Árabe-Sírio promoveu uma típica noite cultural, dia 20 de fevereiro último no seu Salão Nobre, sito à rua Augusta, 1.053.

O evento foi aberto com a abertura da exposição de quadros "Imagens da Síria", pelo Cônsul Geral da República Árabe-Síria em São Paulo, Ghazi Deeb e pelo diretor do Centro Cultural Árabe-Sírio no Brasil, Mohamad Al Kaddah.

 

ORIGEM DAS CIVILIZAÇÕES

Em seu discurso, Mohamad Kaddah falou sobre a eleição de Damasco no ano de 2008. A escolha de uma cidade árabe é realizada todos os anos, desde 1996, por países árabes representados pela Liga Árabe, por meio da Organização Árabe para Educação, Cultura e Ciência (Alesco), que tem como objetivo mostrar a riqueza e a herança cultural árabe nas artes e na literatura. "Damasco tem importância abrangente e muito presente na consciência árabe mundial, porque ela é a cidade da riqueza espiritual, do amor, da beleza, da paz e da origem das civilizações", explicou Mohamad. "Passeando pelas suas ruas, percebe-se no ar um perfume das antigas civilizações, da grandeza cultural e das missões celestiais. Ela é abençoada pelos profetas e encantadora frente aos olhos de grandes generais, filósofos e poetas’, completou.

OBSTÁCULOS PARA A PAZ

Depois, foi a vez do Cônsul Ghazi Deeb proferir suas palavras. Ele disse que a partir de Damasco surgiram aqueles que levavam a palavra de Jesus Cristo para todo o mundo e os líderes árabes-muçulmanos que pregavam a palavra cristã até a Andaluzia, na Espanha. Ghazi comentou ainda que a Síria tornou-se um grande problema para o mundo. "Ninguém quer o bem para aquele país. Até o presidente dos EUA George Bush não consegue dormir, tem que dar todo dia uma declaração de ataque ao nosso país", lamentou, acrescentando que o presidente da Síria, Bashar al Assad, quer a paz e os direitos de liberdade, apoiando todas as forças de resistência árabe, entre elas o Iraque, Líbano e Palestina. "Não admitimos que alguém nos atinja ou nos invada. Não somos agressores nem admitimos que sejamos agredidos. Nós queremos simplesmente ser respeitados, já que respeitamos a todos", advertiu o Cônsul.

Ato contínuo aos discursos, foi feita a projeção do filme "Damasco através da História" e a apresentação do grupo de dança Folclórica do Centro Cultural Árabe-Sírio. Em desfecho, foi servido coquetel. O filme é reprisado toda quinta-feira no auditório da entidade.

 
< Anterior   Próximo >
 
Top! Top!