hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início
28-Abr-2017
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Jornal "O Braz"
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 317 - 2ª quinzena de abril de 2017
Image
Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

 

Jornal do Brás - Comunidade

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Login





Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Estatísticas
Visitas: 2119610
Difusão de Notícias
Flash de Notícias

Caro Internauta, continuamos a disponibilizar nossas edições em PDF publicamente e para receber nossas novidades é só fazer o cadastro clicando aqui assim terá sempre avisado de nossos conteúdos e eventos.

 att,

 Equipe Jornal do Brás

 
Fórum Segurança tem impacto na API
Classificação: / 0
24-Abr-2017
Image

No Dia Nacional do Jornalista, 7 de abril último, a Associação Paulista de Imprensa realizou com brilho, o “I Fórum de Debates sobre a Segurança Pública no Estado de São Paulo”. Também foram comemorados no evento os 84 anos da API, fundada em 1º de maio de 1933, por Guilherme de Almeida, José Maria Lisboa, Monteiro Lobato e outros tantos expoentes da imprensa brasileira.

A API, por meio de uma comissão, irá entregar uma Carta Aberta sobre a situação da Segurança Pública, ao presidente da República Michel Temer.

 

 

 

 

 

Image

O deputado federal Arnaldo Faria de Sá fez a abertura do Fórum dizendo que a Segurança Pública é extremamente importante em virtude da crise pela qual ela passa. “Temos que discutir saídas e encontrar alternativas, somar todos os esforços de todos aqui presentes”, comentou ele, lamentando que durante a proposta inicial da reforma da Previdência, o Governo Federal se negou a permitir a continuidade das chamadas aposentadorias diferenciadas dos policiais

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

API cobra postura das autoridades

Ato contínuo, o presidente da API, Dr Sérgio Redó destacou que “a API alerta para o estado de quase guerra-civil que todos nós nos encontramos ante o avanço da criminalidade em todo território nacional”, justificando o saldo trágico de 60.000 homicídios e 48.000 mortes em acidentes de trânsito por ano no Brasil. “É preciso cobrar postura firme do poder público no combate ao crime que ameaça a democracia, a economia, a família e principalmente o cidadão de bem. Não há País que sobreviva afogado na criminalidade”

 

 

 

 

 

 

 

Image

Falta de policiais civis no Estado

Em seguida, a presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de SP - Sindpesp, Dra Raquel Kobashi disse que o sucateamento da Polícia Civil parece ter atingido seu ápice. Ela informou que o déficit de policiais gira em torno de aproximadamente 9.000, que há delegacias em péssimas condições em diversos municípios do Estado e para piorar, faltam delegados em 256 cidades do Estado, e 40% dos municípios não têm sequer delegacias.

Segundo a Dra Raquel, a instituição de 2011 para cá, perdeu 7.187 policiais em razão de morte, exoneração ou aposentadoria e o governo do Estado contratou menos da metade das baixas que a Polícia Civil sofreu

 

 

 

 

 

Image

Participação da sociedade

O secretário municipal de Justiça, Anderson Pomini disse que o Estado é absolutamente incapaz de enfrentar o problema da crise na segurança pública sozinho, sem a participação da sociedade. “O governo municipal ao enfrentar as dificuldades de burocracia impostas pelas leis e normas tem procurado outras saídas para apresentar soluções aos cidadãos que clamam por uma política 2.0, renovada, inspirada em outros países”. Pomini destacou o programa de combate aos pichadores, cuja participação do cidadão lhe renderá incentivo fiscal e até premiações

 

 

 

 

 

Image

Imprensa e a sensação de segurança

Em seguida, o secretário municipal de Segurança Urbana, José Roberto de Oliveira, disse que a Imprensa tem papel fundamental na Segurança Pública. “A notícia correta e responsável leva a questões que podem favorecer a sensação de segurança”. Ele lembrou o projeto City Câmeras que abrange milhares de câmeras de vigilância espalhadas pela cidade que ajudarão na zeladoria e criarão dificuldades para a prática do crime, explicou o secretário

 

 

 

 

 

 

Image

O ex-presidente da API de 2006 a 2009, JB Oliveira ao explicar o significado das três bandeiras, Município, Estado e País, disse que a Segurança Pública é um dever e direito do Estado e responsabilidade de todos.  “Não há progresso sem ordem. Quando a ordem foi jogada ao caos, não tivemos o progresso, regredimos em todos os aspectos. A situação que vivemos agora é de falta de respeito, descalabro e falta de dignidade. Nós temos que resolver esse problema”

 

 

 

 

 

 

Image

Deputado aponta problemas

O deputado federal Major Olimpio em vibrante discurso, disse que a PEC da Previdência está tirando a condição de atividade de risco das Polícias Federal, Rodoviária Federal, Civil, Militar e das Guardas Municipais. “Peço apoio à emenda 54 que mantém a atividade de risco”.

Ele, que fez parte da CPI dos presídios, informou que há 620.000 presos no sistema prisional onde há diversos problemas, como a chegada de armas e falta de controle nas fronteiras. Sobre recursos do fundo penitenciário, há R$ 5,3 bilhões contingenciados, ou seja, não usados. Disse ainda que um policial é executado a cada 16 horas no País, sendo 490 policiais assassinados em 2016, a maioria militares. “Precisamos de instrumentos, de mais efetivo e mais recursos na segurança pública”

 

“Deve-se cumprir as leis”, diz o Major Olimpio

Ao Jornal do Brás, o deputado federal Major Olimpio disse que a solução para a Segurança Pública é o cumprimento das leis. “O criminoso se organiza, mata, estupra, rouba e nada acontece com ele. Temos que botar a Justiça, a Polícia e o sistema prisional em condições de enfrentar a criminalidade”.

Sobre o Exército voltar a reforçar a Política Brasileira, Major Olimpio não vê necessidade, embora haja motivações com uma possível Intervenção Militar, disse ele.

Finalizando, o Major Olimpio asseverou que outros segmentos da sociedade devem ter a mesma iniciativa da API. “A Imprensa tem uma força muito grande para que as instituições possam mudar seu comportamento”

 

 

 

 

 

 

Image

O chefe do Centro de Comunicação Social da PM, cel Adilson Luiz Franco Nazário, representando o cmt geral coronel Nivaldo Restivo, destacou a integração, motivação, criatividade e divulgação séria de fatos jornalísticos para o fortalecimento da Segurança Pública. “Precisamos de mudanças legais que penalizem com maior rigor agressões contra policiais”, completou ele, explicando ainda que 99% das ocorrências policiais não chegam ao conhecimento da população, como as 116.000 prisões em flagrante realizadas em 2016

 

 

 

 

 

 

Image

0,34% para a Segurança

Também presente no fórum da API, o diretor institucional da ADPM – Associação Desportiva da Polícia Militar, coronel Flamarion Ruiz disse: “A administração do Estado Brasileiro é pecaminosa em relação à distribuição dos recursos que interessam à área de segurança de todo cidadão”. Ele mostrou um levantamento sobre o Orçamento da União de 2015, onde apenas 0,34% foi destinado à Segurança Pública

 

 

 

 

 

Image

O presidente da Rádio Difusora de Osasco e “eterno prefeito de Osasco” Francisco Rossi lembrou que foi um dos relatores na Assembleia Nacional Constituinte em 1988. “Houve uma época aqui no Brasil em que as coisas aconteceram em defesa da nossa democracia com respaldo total da população e hoje há um acovardamento das pessoas, que se retraem. Chegamos a este ponto de ignorar um momento muito importante da nossa história, quando as Forças Armadas defenderam o processo democrático com respaldo total da sociedade (31/3/1964)” – disse Chico Rossi

 

 

 

 

 

 

 

Image

Falência do Sistema Penitenciário

Outra importante autoridade presente no Fórum da API foi o coronel Edson Ferrarini, ex-cmt da Rota. Ao fazer uso da palavra, lembrou a morosidade do Sistema Judiciário, a falência do Sistema Penitenciário e que a Polícia Militar faz o que pode, sendo a melhor do Brasil, equiparada às melhores do mundo

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

 

Coronel Eduardo Grübel - 2ª Divisão do Exército

 

 

 
Doutor festeja 58 outonos entre Amigos
Classificação: / 0
24-Abr-2017


Em almoço no Restaurante Carlinhos dia 7 de abril último, o delegado titular do 12º DP, Dr Eder Pereira e Silva, comemorou seu 58º aniversário com amigos e amigas, cuja convivência se alastra há 7 anos no bairro que lhe tributa Estima.

Veja alguns flashes do alegre encontro:

Image

 

 

 

Dr Eder, Freitas da Textil Abril e Milton da Fenomenal

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Gilberto e esposa, Solange e esposo

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

O evento contou também com a presença do Cônsul Geral da China

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Amigos da Seccional Centro com o Chefe Alonso e Dr Eder

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Neste clic, os amigos Bily, Eder e o comandante Cattan

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Pimba na Gorduchinha! E o Osmar Santos marcou presença

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Equipe do 12º DP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Paschoal da Tintas Astral veio com o neto prestigiar o Amigo Eder

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

João, Belal e Miled da Sawary Jeans

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Freitas, Jô do Bar e Eder

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Dr Marcelo, delegado da Polícia Federal e Dr Eder

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Amigos e Amigas de todos os cantos vieram abraçar o Dr Eder

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Então Sub Mooca, Evando Reis também trouxe seu abraço

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Roberto MKT da Faculdade Cantareira, presente

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Dr Fernando, José da Costa e Rafik da Nicoboco

 
O Minarete e a vida intelectual na rua 21 de Abril
Classificação: / 0
24-Abr-2017


Eduardo Martellotta

 

Um edifício passou para a história da literatura nacional, era o chalezinho amarelo do Minarete, com seu portão de ferro no centro, então localizado na rua 21 de Abril, no Belenzinho, esquina com a rua Cesário Alvim.

O bairro foi escolhido pelo escritor Monteiro Lobato e tantos outros intelectuais por ter ar puro e devido à sua altitude média de 750 metros e vastos arvoredos.

Monteiro Lobato morou por lá de 1900 a 1904 quando dividia a República do Minarete com Ricardo Gonçalves e Godofredo Rangel, entre outros colegas do curso de Direito da Faculdade do Largo São Francisco. José Renato Monteiro Lobato nasceu em 18 de abril de 1882, na cidade de Taubaté e faleceu em 4 de julho de 1948, aos 66 anos de idade. Pode-se dizer que Monteiro Lobato foi o precursor da literatura infantil no Brasil. Seus personagens ficaram imortalizados: a boneca de pano Emília, Narizinho, Dona Benta, o menino Pedrinho, o Visconde de Sabugosa – a sábia espiga de milho com atitudes de adulto, a Cuca – vilã que aterroriza a todos no sítio, o Saci Pererê e outros da famosa obra Sítio do Picapau Amarelo.

Rua ainda conserva residências

A 21 de Abril ainda ostenta muitas residências, misturadas à fábrica de rolamentos e produtos de borracha ABECOM (desde 1963 no número 1.181), loja Resimapi de produtos químicos, prédios comerciais, mercados, padaria, hotel, gráfica, Escola Estadual Faustino Sarmiento e outros estabelecimentos.

Um dos mais belos edifícios localizados na 21 de Abril é o Castelinho na esquina com a rua Bresser, hoje ocupado por galeria comercial.

O logradouro tem início no cruzamento com a Dr Almeida Lima, no Brás e término na esquina com rua São Leopoldo no Belém e foi oficializado pelo Ato 972 de 24 de agosto de 1916.

Image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

O Minarete foi residência de Monteiro Lobato que ali morou 4 anos em companhia do escritor Ricardo Gonçalves (nome de rua no Brás)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Começo da rua 21 de Abril na esquina com a Dr Almeida Lima

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

Presidente da OAB nasceu na 21 de Abril

O Dr Marcos da Costa nasceu na rua 21 de Abril em 24 de junho (Dia de São João) de 1964. Ele recebeu em dezembro de 2013 o título Cidadão do Brás no Jantar Anual promovido pelo Jornal do Brás

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Escola Faustino Sarmiento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Resimapi, tradição na 21 de Abril, 1.235

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Empresa ABECOM está há 54 anos no logradouro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

O cantor Carlos Mendes, compositor das famosas músicas “Segura na Mão de Deus”, “Marcha da Cueca” e “Água de Coco”, mora na rua 21 de Abril, nº 664

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Final da 21 de Abril, esquina com a São Leopoldo

 

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

O esbelto Castelinho da rua 21 de Abril na esquina com a Bresser 

 

 

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Próximo > Final >>

Resultados 1 - 4 de 4355
Enquete
Que lugar é o símbolo do Brás?
 
Usuários On-line
Utilidades Públicas
Fones da Região
Subprefeituras
Poupatempo
Busca CEP
Links Úteis
Parceiros

 

Bauducco

Manos Doces

Image

 Image

 

 

 

 

 

 

 
Top! Top!