hostconect.net
Jornal do Brás Advertisement
Início
28-Nov-2014
 
 
Menu Principal
Início
Edições
Notícias
Expediente
Links
Contato
Procurar
A História do Jornal
Jornalista Edu Martellotta
Cadastro de Empresas
Rádio Jornal do Brás
Onde estamos
Campanha de Assinaturas
Revista O Brazinha
Aniversário do Brás
EDIÇÃO 261- 2ª quinzena de novembro/2014
Image
Curta-nos, siga-nos
Image


Jornal do Brás

 

Image

 

Jornal do Brás

 

 

Image

 

 

Jornal do Brás - Comunidade

 

 

Image

 

Tarde de Chá

Aprenda a jogar Truco

Logo da Federação Paulista de Truco

 

Login





Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Difusão de Notícias
Flash de Notícias

Apartir de agora estará disponiveis para downloads as Edições do Jornal do Brás em pdf, para que o internauta leia na integra o nosso jornal. Entre na seção de Edições do menu principal.

Caso não tenha um leitor de PDF, entre em www.adobe.com e baixe a última versão do Adobe Reader.

Webmaster

 
Prefeitura oficializa Feira Boliviana
Classificação: / 0

Rua Coimbra será 1º Boulevard do Brás

 

Eduardo Martellotta

 

A rua Coimbra, no bairro do Brás, maior ponto de encontro da comunidade boliviana em São Paulo, sofrerá uma grande transformação, com o alvissareiro projeto de revitalização anunciado pela Prefeitura. A ideia é criar no local um polo turístico, cultural e gastronômico para a cidade de São Paulo.

O primeiro e importante passo foi dado na manhã do último dia 18 de novembro, na sede da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (rua Líbero Badaró, 119) com a assinatura da Portaria 001/SP/MO/SMDHC/2014, que regulamenta a Feira Boliviana da rua Coimbra, realizada aos sábados e domingos. Agora o espaço, que passa a se chamar Feira de Arte, Artesanato, Cultura e Gastronomia da Rua Coimbra, será administrado de forma oficial pela Prefeitura, nas ruas Coimbra (entre a rua Bresser e a Dr Costa Valente) e Marajó (até esquina com rua Dr João Alves de Lima), com barracas padronizadas, mais segurança e diminuição do número de ambulantes, todos com Termo de Permissão de Uso – TPU. A portaria foi assinada pelo subprefeito da Mooca, Evando Reis, e pelo secretário de Direitos Humanos e Cidadania, Rogério Sottili, na presença da vice-cônsul da Bolívia, Vania Scarley Claros Seleme, e de lideranças da rua Coimbra.

 

Primeiro Boulevard do Brás

Com a feira passando à Prefeitura, um projeto arrojado pretende transformar a rua Coimbra em um boulevard. Segundo a secretaria, estão previstos nesta requalificação urbana, aterramento da fiação elétrica, alargamento das calçadas, pintura da fachada dos imóveis, uniformização da calçada, postes de iluminação, lixeiras, letreiros padronizados em espanhol e português, faixa de pedestre, arborização, entre outras melhorias, seguindo o modelo de cidades bolivianas como La Paz e Sucre.

Em suas palavras, Paulo Illes, coordenador de Políticas para Migrantes da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, lembrou que 90% dos moradores da Coimbra são bolivianos e que eles começaram a vir para o local há 15 anos. “A Coimbra agora é patrimônio cultural da cidade de São Paulo” – disse Paulo.

Luis Vasquez, presidente da Assempbol – Assoc. de Empreendedores Bolivianos da Rua Coimbra e conselheiro participativo da Mooca, lembrou que foram 10 anos de luta da comunidade boliviana para que este sonho se tornasse realidade. “Agora o nosso desafio é fazer desta feira um marco que representa a cultura boliviana”. Ao Jornal do Brás, Luis disse: “É um sonho ver nossa rua de um jeito bem típico da Bolívia. Vamos começar por uma rua e aos poucos o povo boliviano vai se apropriando do espaço público”.

Sub Mooca: carinho pelos bolivianos

O subprefeito da Mooca Evando Reis disse ter um carinho muito especial pela comunidade boliviana, pelo cônsul-geral Jaime Valdivia e lideranças, tendo se empenhado muito para que o povo boliviano alcance as melhorias necessárias na construção de uma cidade mais harmoniosa. Ele informou que somente na região da Subprefeitura Mooca, existem cerca de 45.300 bolivianos. “A partir de agora, a feira da Coimbra será padronizada e passa a ser reconhecida pela Prefeitura” – disse Evando.

Vania Seleme, vice-cônsul da Bolívia, disse: “A rua Coimbra expressa nossa cultura e diversidade. Pelo projeto, o local ficará nas cores da Bolívia – verde, amarelo e vermelho, expressando nosso sentimento de união e diversidade. Foi um esforço dos representantes e da comunidade”.  O Consulado Geral da Bolívia, informou Vania, encontra-se em novo endereço - rua Coronel Artur de Godoi, 7 Vila Mariana fone 3289-0443.

O secretário Rogério Sottili disse que os imigrantes são muito importantes para a gestão do prefeito Fernando Haddad. “A rua Coimbra simboliza um grande impacto entre as várias nacionalidades, promovida por uma administração que considera importante o trabalho dos comerciantes, moradores e feirantes que ali estão. O governo Haddad é aberto ao diálogo”, ressaltou Sottili.

 

Obras devem começar em breve

Ao Jornal do Brás, o subprefeito Evando Reis disse que o projeto é bastante arrojado e que as obras devem começar o mais rápido possível. Quanto ao custo das obras, completou, será divulgado após o lançamento do projeto, em dezembro.

Segundo Luis Vasquez, a feira da Coimbra já começa a funcionar pela Prefeitura, antes mesmo da reforma, em espaços demarcados, aos sábados das 15h às 22h e aos domingos, das 8h às 17h. E de acordo com Sottili, a inauguração do boulevard ocorrerá no primeiro semestre de 2015.

 

Image

 

 

O secretário Rogério Sottili e o subprefeito Mooca, Evando Reis, exibem a portaria assinada, ao lado da vice-cônsul da Bolívia, Vania Seleme

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Desenho mostra como ficará o boulevard da rua Coimbra

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

Luis Vasquez, presidente da Assempbol

 

 

 

 

 

 

Image

 

 

 

 

Paulo Illes, coordenador de Políticas para Migrantes

 

 

 

 

 

Image

Consulado dinamiza ações

A vice-cônsul da Bolívia, Vania Seleme, disse ao Jornal do Brás que o ato da assinatura da portaria representa a integração da comunidade boliviana com os brasileiros. Informou ainda que na cidade, estima-se que existam 200.000 bolivianos, sendo 78.000 regularizados. Ela destacou que, com o acordo do Mercosul, os cidadãos bolivianos encontram mais facilidades na legalização. Na região, a Unidade Consular da rua Bresser, 1.235, esquina com a Coimbra, por onde passam uma média de 150 pessoas por dia, realiza toda documentação

 

 

 

Image

 

 

 

Momento histórico

Comunidade boliviana da rua Coimbra presente no ato da assinatura da portaria

 

 

 

 

Image

Nordestinos também terão feira própria

Segundo Waldemar Kremer, da área de Cultura da Subprefeitura Mooca, e Paulo Illes, coordenador de Políticas para Migrantes, os nordestinos também terão a sua feira, cujo local será a rua José de Alencar ou rua Dr Almeida Lima. O projeto está em estudo, disse Waldemar.

Paulo adiantou que está sendo formado o Conselho de Participação da Comunidade Nordestina, pela Secretaria de Direitos Humanos. Na foto, Waldemar e Antonio Maria, representando a comunidade nordestina na reunião histórica da rua Coimbra.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
DP Pari faz alerta de compras na região
Classificação: / 0
Image


Todo cuidado é pouco no período natalino

O 12º DP Pari foi contemplado em setembro com abono dado pelo Governo do Estado, por meio do Plano de Bonificação de Incentivo ao Trabalho da Polícia. Trata-se de uma gratificação atribuída à delegacia ou companhia da PM todas as vezes que atinge as metas de segurança pública no roubo, furto e homicídio.

“Todos da delegacia ganham a gratificação no holerite. É um incentivo ao policial”, disse o Dr Eder Pereira e Silva, delegado titular do 12º DP, ao Jornal do Brás, dia 14 de novembro último.

No mês passado, o 12º DP não conseguiu o abono, por não conseguir alcançar a meta de homicídios. Ele contou que vários homicídios têm acontecido na região com armas caseiras, como faca. “Por causa de dois homicídios a mais não atingimos a meta. No furto e roubo conseguimos”.

O Dr Eder, que em fevereiro de 2015 completará 5 anos de trabalho no 12º DP, relata que dia 4 de outubro último houve a morte de um policial militar na av. Rangel Pestana, em um latrocínio (roubo seguido de morte). O policial, que estava de folga naquela data, foi alvejado com oito tiros. “Eu fui com a minha equipe até o local. Fizemos um trabalho de investigação. Graças à parceria com a 3ª Cia, elucidamos o crime. Porém, o assassino ainda não está preso, mas existe o pedido de prisão”.

Apesar do triste episódio com o policial, o Dr Eder acredita que fechará o ano de 2014 com um balanço bastante positivo. “Conseguimos desbaratar algumas quadrilhas de roubo de carga”, informou. Ele destacou ainda uma mega operação envolvendo o GOI, Garra, Polícia Militar, Polícia Civil, Departamento de Polícia de Proteção à CidadaniaDPPC e Receita Federal, com mais de 200 policiais.

Número alto de BOs e Central de Flagrantes

Outra informação positiva é que o 12º DP registrou mais de 1.200 inquéritos instaurados este ano, e 6.400 Boletins de Ocorrência presenciais (feitos na própria delegacia).  “Até o final do ano, chegaremos a 9.000 BOs, entre os presenciais e os feitos pela internet”, ressaltou o delegado.

Ele lembrou que das 8h às 20h todas as ocorrências em flagrante são feitas no 12º DP, e das 20h às 8h no 8º DP – Central de Flagrantes.

 

Cuidado nas compras

A partir deste mês, o 12º DP irá focar no furto, que aumenta com o grande fluxo de pessoas e aproximação do Natal. O Dr Eder recomenda muito cuidado na hora de fazer as compras. As pessoas, salientou ele, devem evitar trazer dinheiro, joias e bolsas ao comércio popular. E precisam deixar o vidro do carro fechado, acrescentou. O Dr Eder tem orientado também os pastores da região no sentido de que os frequentadores das igrejas, sobretudo na av. Celso Garcia, evitem trazer bolsas. “Traga somente a bíblia”, aconselhou o delegado. A Celso Garcia registrou há um tempo atrás, furtos e roubos, mas com a chegada do Templo de Salomão, deram uma boa diminuída, segundo ele, pois o local ajudou a melhorar a iluminação e trouxe grande aglomeração de pessoas e seguranças.

No entanto, o delegado diz que na avenida Carlos de Campos – Pari há muitos roubos de celulares. Informou por fim, que o Conseg Brás/Pari/Canindé e Ponte Pequena está há um ano sem presidente, e não tem sequer chapa formada. Ele não vê interesse da comunidade em participar do Conseg. As atribuições ficam a cargo dele e do capitão Ricardo, cmt da 3ª Cia, que são os membros natos. Fone do 12º DP: 2694-1985.

 

 

 

 

 

 

 

 
3ª Cia se amplia com reformas
Classificação: / 0
Image

A 3ª Cia Pari passa por uma reforma atualmente, com pintura, troca de mobiliários e aumento de salas. Também ganhará uma sala para recepção de autoridades. A informação foi transmitida pelo comandante da 3ª Cia do 13º BPM/M, capitão Ricardo Azevedo da Silva, ao Jornal do Brás, dia 14 de novembro último.

“Estamos reformando a companhia inteira para dar um pouco mais de conforto para o policial, visitantes e a comunidade” disse o capitão Ricardo.

Outra boa notícia é que a 3ª Cia fez a doação de 40 colchonetes que estavam inertes na Base PM Pari, para a ginástica laboral dos idosos da Reciclázaro, que funciona dentro do Centro de Formação Profissional e Educação Ambiental – Cefopea na av. Ariston Azevedo, 10 – Belém.

A Reciclázaro é uma ONG que comporta cooperativas de reciclagem, produção de tijolo ecológico e padaria artesanal, sendo que a maioria das pessoas que utilizam o local são moradores de rua. “Vamos trazer a Reciclázaro para a Base, onde desenvolveremos programas sociais”, explicou ele.

Sobre o policiamento da região Brás/Pari, o capitão informou que a 3ª Cia conta com apoio da Força Tática e da Rocam (motocicletas), resultando na prisão de vários meliantes. “Conseguimos reduzir o roubo de carga no mês de outubro, após um ano”, comentou, acrescentando que diariamente a Força Tática e a Rocam vêm à 3ª Cia especialmente para o combate ao roubo de veículos e de cargas.

Operação Natal

Para o final do ano, com o aumento da população flutuante no Brás e Pari, que chega a 1 milhão de pessoas/dia, o capitão Ricardo espera aumento no efetivo da 3ª Cia. O Governo do Estado, disse, oferece 25 policiais diariamente, de outras companhias, e às vezes da própria 3ª Cia, que estão de folga, que se oferecem para o policiamento na região.

Para maior segurança dos compradores, a PM distribui folhetos diariamente, com dicas diversas, sobre como tomar cuidado com a bolsa e prestar atenção com quem está conversando ou para quem vai pedir auxílio.  “O mais importante é que sempre procure a Polícia Militar para ser auxiliado, seja aqui na 3ª Cia, seja nas Bases PM Pari e Largo da Concórdia”, ressaltou o comandante, finalizando a entrevista. A 3ª Cia atende pelo fone 2694-3782.

 

 

 

 

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Próximo > Final >>

Resultados 1 - 4 de 2893
Enquete
Que lugar é o símbolo do Brás?
 
Usuários On-line
Temos 1 visitante on-line
Utilidades Públicas
Fones da Região
Subprefeituras
Poupatempo
Busca CEP
Links Úteis
Parceiros

Lojão do Brás

Colégio Saint Clair

Brasilia Máquinas e Ferramentas

 Bauducco

 Manos Doces

 
Top! Top!